Foto: Valter de Paula – Secom PMU

A Prefeitura de Uberlândia tem colocado em prática, desde janeiro deste ano, uma série de ações preventivas para amenizar os efeitos das fortes chuvas que atingem o município. Com o alto nível de precipitação esperado para todo o mês de dezembro, trabalhos permanentes estão sendo intensificados. Apesar dos esforços públicos, o município reitera a importância da comunidade em auxiliar no descarte correto de resíduos, uma vez que grande parte dos transtornos e alagamentos causados até então aconteceram por conta de lixo, entulho e outros objetos que impedem o escoamento da água nas bocas de lobo.
A atuação do programa Cidade Limpa, desenvolvido pelo Prefeito Odelmo Leão, inclui uma série de intervenções práticas. Para diminuir os efeitos de alagamentos, os agentes da Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Desenvolvimento Urbanístico limparam 22.494 bueiros e bocas de lobo desde o início do ano. Equipes retiram resíduos de uma média de 150 estruturas diariamente.
A secretaria também fez o recolhimento de mais de 123 mil toneladas de entulhos espalhadas pelo município. Atualmente, são catalogados 120 pontos críticos de descarte irregular. Outras 12 mil toneladas de massa verde também foram recolhidas e destinadas corretamente. Os trabalhos são realizados por 300 profissionais, divididos em três equipes especializadas, que também inclui realizam serviços de capina e roçagem da vegetação em áreas públicas.

Podas preventivas

Outra ação da secretaria que visa garantir a segurança da população é a poda preventiva de árvores. Neste ano, cerca de sete mil intervenções foram realizadas, o que diminuiu drasticamente o número de quedas em comparação com o mesmo período de 2016, quando mais de 300 exemplares vieram a chão em dias de alta precipitação. O número de quedas registrado em 2017 chega a pouco mais de 20 árvores.
Este trabalho é conduzido por uma equipe multidisciplinar composta por técnicos, biólogos, agrônomos e outros especialistas que analisam cada caso e indicam as medidas necessárias para garantir a saúde das plantas e a segurança da população.

Todos juntos

Apesar dos esforços do poder municipal, um dos assessores da Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Desenvolvimento Urbanístico, Mário Faria, ressalta a importância da colaboração de toda a sociedade para amenizar as conseqüências provocadas pela chuva. “Dependemos da colaboração da comunidade, cada um deve fazer sua parte. Cerca de 90% da limpeza que executamos acontece porque algumas pessoas descartam o lixo irregularmente nas vias públicas. Precisamos cuidar da cidade onde moramos e é essencial que a população tenha essa conscientização”, explicou.

Drenagem da água pluvial

Profissionais do Departamento Municipal de Água e Esgoto (Dmae) e da Secretaria Municipal de Obras realizam diversos trabalhos para aumentar a capacidade de escoamento da água da chuva em diferentes setores do município. Os serviços incluem a construção de bocas de lobo e grelhas, além da desobstrução dos poços de visita, limpeza de bueiros e ampliação dos bolsões usados para a contenção da água.
“Todas as ações, certamente, são para melhorar a vazão de água nos pontos críticos dos bairros. Isso minimiza os problemas. São intervenções aparentemente pequenas, mas que surtem bastante efeito”, explica Paulo Euclides Ochiucci, diretor de drenagem pluvial do Dmae.

Cuidados importantes

Apenas entre a noite desta terça-feira (5) e manhã de quarta-feira (6), o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) registrou a queda de 65 milímetros no município. Outras precipitações de igual intensidade podem acontecer nos próximos dias.
A Defesa Civil de Uberlândia, disponível para atuar 24 horas por dia, orienta a população a tomar alguns cuidados em dias de chuva para evitar transtornos.

Providências recomendadas:

Em caso de perigo chame:
Defesa Civil: 199
Corpo de Bombeiros: 193
Polícia Militar: 190
– Acompanhe os boletins de avisos e alertas dos Institutos de Meteorologia pela internet ou pelos órgãos da imprensa;
– Dê manutenção no telhado: desobstrua os canos da laje, limpe as calhas, confira se as telhas de amianto estão pregadas;
– Não jogue lixo ou entulho em bueiros, quintais e ruas. Sempre coloque os sacos de lixo nas lixeiras, evite deixa-los diretos na calçada.
– Reforce muros e paredes que tenham perigo de cair;
– Faça revisão nas instalações elétricas ;
– Desligue os aparelhos elétricos, quando perceber chuvas fortes acompanhadas de raios;
– Coloquem em lugares altos, móveis e outros pertences, caso sua moradia esteja localizada em área de risco ou em locais sujeitos a alagamentos.

Free WordPress Themes, Free Android Games
%d blogueiros gostam disto: