Pesquisa mostra recuperação do comércio de Araguari

Ascom/PMA

“As vendas do comércio varejista ainda estão longe de alcançar o pico registrado em anos anteriores, mas já mostraram recuperação importante em 2017”, avaliou Crystiano Ferreira Batista, presidente da Câmara dos Diretores Lojistas de Araguari.
“Em 2017, houve aumento de 3,6% nas vendas do comércio varejista com referência ao ano de 2016, que foi o mais acentuado desde 2014, segundo os dados da Pesquisa Mensal de Comércio, divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). No volume vendido pelo varejo ampliado, que inclui as atividades de veículos e material de construção, houve avanço de 7,6%, percentual que o setor não viu em nenhum período a partir de fevereiro de 2014”, explicou o Presidente da CDL – Araguari.
“A recuperação observada em 2017 ainda não anula perdas importantes do passado. Mas o varejo mostra uma recuperação importante, com certeza. Na passagem de outubro para novembro, sete das dez atividades do varejo ampliado registraram avanços. No acumulado em 12 meses, também sete das dez atividades acumulam crescimentos”, destacou o Secretário de Desenvolvimento Econômico e Turismo, Júberson dos Santos Melo.
“Uma pesquisa como essa, que traz o aumento das vendas do comércio varejista em Araguari, apresentada pela CDL, nos mostra que ações realizadas com parcerias público-privadas, e também com parcerias entre o governo municipal e as entidades de classe da cidade, trazem inúmeras oportunidades, o que fomenta o comércio local. Em nossa cidade, temos ações como a iluminação de LED, o Corredor Turístico e os cursos profissionalizantes que, de maneira direta e indireta, injetam um maior poderio econômico para a nossa população”, ressaltou o Prefeito Marcos Coelho (MDB).

Eseba da UFU abre matrículas para jovens e adultos

Ascom/UFU

Aulas gratuitas do Proeja começam no dia 6 de março
A Escola de Educação Básica (Eseba/UFU) abriu, na última segunda (15/01), as matrículas para o Programa Nacional de Integração da Educação Profissional com a Educação Básica na Modalidade de Educação de Jovens e Adultos (Proeja). As vagas são para o ensino fundamental (6º ao 9º ano) com formação em auxiliar administrativo. O curso profissionalizante será ministrado por professores do Instituto Federal do Triângulo Mineiro (IFTM) de Uberlândia.
O Proeja é noturno, gratuito e presencial e a idade mínima para se inscrever é 18 anos. As aulas começam no dia 6 de março e cada ano letivo é ministrado no período de seis meses, sendo possível se formar em dois anos.
A entrega dos documentos deve ser feita na Eseba (Foto: Milton Santos)
Para realizar a matrícula são necessários os seguintes materiais:
• histórico escolar original ou declaração de transferência;
• uma cópia de RG, CPF, certidão de nascimento ou casamento, título de eleitor, reservista e comprovante de residência;
• uma foto 3×4;
• uma pasta Brasil na cor azul.
A entrega dos documentos deve ser feita na Eseba, localizada na rua Adutora São Pedro, nº 40, bairro Aparecida. A escola fica paralela à avenida Rondon Pacheco, entre a rua Niterói e a rua Jataí. Pode-se comparecer nos seguintes horários:
• de 15 a 31 de janeiro e de 6 a 9 de março: das 8h às 11h30, das 13h30 às 17h e das 18h30 às 21h;
• de 1º de fevereiro a 5 de março: das 8h30 às 11h30 e das 13h20 às 17h (não haverá matrículas no feriado de Carnaval).

Prefeitura de Araguari constrói nova pista de caminhada

Ascom/PMA

A Prefeitura de Araguari, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Turismo, dá continuidade às obras do Corredor Turístico na Av. Mato Grosso, em frente à Delegacia Regional de Polícia Civil, construindo a pista de concreto para caminhada e a ciclovia.

“Conforme dissemos anteriormente, o Corredor Turístico tem continuidade agora, aqui na Av. Mato Grosso, próximo à Estação Rodoviária, com a concretagem da pista de caminhada e da ciclovia. Logo em seguida, iremos fazer os canteiros subseqüentes, cada qual com a parceria estabelecida. Queremos contribuir para o bem-estar e o lazer dos munícipes,”relatou Júberson dos Santos Melo, Secretário da pasta.

O Prefeito Municipal avalia como positiva as obras do Corredor Turístico de Araguari, em função da valorização dos espaços onde todos têm igual oportunidade de lazer e de realizar atividades físicas.

“Sabemos que o Corredor Turístico em Araguari já é motivo de comentários positivos dentro e fora de nosso município. E isso é apenas o começo. Estamos trabalhando diuturnamente para oferecer uma melhor qualidade de vida para nossa população, criando e desenvolvendo espaços para prática esportiva, por exemplo,” comentou Marcos Coelho (MDB).

Para Helder de Lanes Pinto, comerciante da Av. Mato Grosso, a obra é muito boa, em especial em relação à mudança do visual: “Essa obra vai melhorar bastante o visual da avenida, por onde entra e sai muita gente de várias cidades, como de Caldas Novas. Além disso, será uma opção a mais para que a população possa ir caminhar, correr, passear,” comentou.

A empresa FK Parque de Veículos é a responsável pela obra – de cerca de 150-160 m – neste canteiro. É importante ressaltar que a pista de caminhada e a ciclovia estão sendo colocadas de forma a desviar das árvores, evitando-se, assim, sua supressão. E entre a pista de caminhada e a ciclovia será realizado um paisagismo. Terminada a ação, a Prefeitura fará a limpeza e a manutenção do espaço, com corte de grama, etc.

“Esclarecemos que os canteiros que receberão a pista de caminhada e a ciclovia foram liberados pelas Secretarias de Planejamento e Obras. Sobretudo, está sendo observada a questão ambiental, visto que nenhuma árvore foi cortada. Estão também sendo observados os parâmetros da mobilidade urbana, a espessura da pista de caminhada e da ciclovia, respeitando também o espaço de 1,20 na ciclovia,” acrescentou Júberson dos Santos Melo.

Em Araguari Secretários Municipais conversam com Superintendência da Caixa Econômica

Ascom/PMA

O Secretário de Planejamento, Orçamento e Habitação, Marlos Fernandes, reuniu-se com o Gerente Regional da Superintendência da Caixa Econômica Federal no Triângulo Mineiro, Gilmar Pereira Passos, para tratar de assuntos relacionados aos projetos de habitação, urbanização e obras de mobilidade em Araguari. A reunião ocorreu na Superintendência em Uberlândia, e contou ainda com a presença do Secretário de Esportes e Juventude, Sebastião Naves de Oliveira, Aluízio Nogueira Ferreira – Coordenador de filial / GigovUB, Danielle Souto Cançado – Representante Caixa E.E / GigovUB, Rodrigo Pereira da Silva – Gerente de filial / GigovUB, José Ricardo Resende de Oliveira – Gestor Municipal de Contratos e Convênios, Rogério Bernardes Coelho – Subsecretário de Habitação e Luciana Brasileiro – Assessora Especial da Secretaria de Planejamento.

A primeira pauta foi a fase final das obras do Ginásio Poliesportivo Gen. Mário Brum Negreiros, que entrará em processo de licitação nos próximos 90 dias.

“Iremos entrar agora na fase final das obras do complexo de esportes que engloba o Ginásio e também o ATC – Araguari Tênis Club. Essa fase consiste na abertura do processo de licitação para a finalização das obras”, explicou o Secretário de Esportes, Sebastião Naves de Oliveira.

“Outro ponto debatido na reunião foi a construção do Centro de Iniciação ao Esporte – CIE e também da Vila dos Esportes, projetos que visam o fomento de modalidades esportivas para atender ao cidadão araguarino. A Prefeitura de Araguari, através da Secretaria de Planejamento, Orçamento e Habitação, está na fase final de adequação documental e, em seguida, a Caixa vai analisar os laudos feitos para prosseguir com os financiamentos”, destacou Marlos Fernandes.

Além disso, foram discutidos outros projetos que estão em fase de desenvolvimento, que englobam plano de coleta seletiva, aquisição de equipamentos para academias ao ar livre, conjuntos habitacionais, obras de recapeamento urbano, construção de centros públicos de convivência e obras de pavimentação asfáltica.

“Dentre os projetos que estão hoje na Caixa Econômica também temos os projetos de habitação, o que trará para o nosso município um grande destaque, pois seremos a primeira cidade do estado que terá conjuntos habitacionais na vertical, com elevadores, área de convivência e estacionamento”, destacou Rogério Bernardes Coelho, Subsecretario de Habitação

“Araguari conta hoje com dezessetes projetos dentro da Superintendência da Caixa Econômica Federal. Em termos quantitativos, somos a cidade da região com o maior número de projetos em andamento que chega aproximadamente ao montante de R$45.000.000,00 e temos também, em fase de execução, uma das maiores obras de infraestrutura do estado de Minas Gerais, que é a construção da ETE – Estação de Tratamento de Esgoto”, destacou o Prefeito Marcos Coelho (MDB).

FOTO: Secretaria Municipal de Planejamento

Área de anexos
Visualizar o anexo WhatsApp Image 2018-01-09 at 09.30.23.jpeg

WhatsApp Image 2018-01-09 at 09.30.23.jpeg

Clique aqui para selecionar uma destas opções: “Responder”, “Responder a todos” ou “Encaminhar”
3,96 GB (26%) de 15 GB usados
Gerenciar
Termos de Serviço – Privacidade
Última atividade da conta: Há 0 minutos
Detalhes

Prefeitura de Ituiutaba garante merenda escolar em 2018

Ascom/PMI

Segundo a Secretária Professora Edmar, o processo licitatório, mesmo prevendo o acréscimo de aluno, tem como base os dados apurados com os gastos na merenda escolar em 2017. “Sabemos que o número de alunos irá aumentar naturalmente, até porque não está fechado o total de matriculados. Principalmente na educação infantil.O nosso planejamento, está planejado para não haver aditivo”, disse a Secretária.

Processo licitatório da merenda, concluído neste início do mês de janeiro, começou em setembro de 2017. Cerca de 12 empresas, localizadas em Ituiutaba e de outros municípios participaram do certame. Inicialmente, serão entregues ainda neste mês, alimentos não perecíveis, adquiridos na licitação de 02 de Janeiro de 2018, no total de R$1.219.436,01 (hum milhão, duzentos e dezenove mil, quatrocentos e trinta e seis reais e hum centavo). Para a aquisição de alimentos da agricultura familiar, previsto para ocorrer na primeira semana de fevereiro, está reservado aproximadamente R$540 mil. O total de valores investidos na merenda escolar de 2018, deve chegar a R$1.760.000,00.

Conforme esclareceu a Professora Edmar, a agricultura familiar está recebendo a atenção devida, considerando para este ano, o aumente de itens a serem adquiridos. “São mais de vinte tipos de produtos a serem compro para a merenda escolar, oriundos da agricultura familiar. Na maioria são frutas, ofertamos dois tipos de frutas por dia. Na maior parte de nossas escolas com tempo integral, são oferecidas quatro refeições dia”, disse.

COZINHA CENTRAL. De acordo com a Secretária Edmar Paranaíba, local de preparação diária de toda a merenda escolar entregue em todas as vinte escolas da rede municipal e creches, está com as instalações inspecionadas, com servidores devidamente preparados sob o acompanhamento e supervisão de profissionais como nutricionistas.

“Seguimos todas as normas e exigências previstas e que nos são cobradas no preparo do alimento da forma mais saudável e com bastante”, disse Professora

Governo do Estado vai investir R$ 1,8 milhão em artesanato

Gov/Minas Gerais

Edital do Governo de Minas Gerais vai investir R$ 1,8 milhão no segmento de artesanato
Lançado por meio da Codemig, edital reconhece o setor como estratégico para o desenvolvimento do estado. Inscrições vão até 16 de fevereiro

O edital de fomento ao artesanato, lançado pelo Governo do Estado de Minas Gerais, por meio da Companhia de Desenvolvimento Econômico de Minas Gerais (Codemig), em dezembro, irá movimentar recursos e mão de obra na capital e no interior do estado. Os interessados devem ler o edital, disponível no site da Codemig, e enviar suas propostas à empresa até o dia 16 de fevereiro de 2018.

De acordo com estimativa realizada pelo Instituto Centro de Capacitação e Apoio ao Empreendedor (Centro Cape), os R$ 1,8 milhão disponibilizados pelo edital irão beneficiar em média 720 artesãos, 80% deles em comunidades no interior de Minas Gerais. Além disso, perto de R$ 1,1 milhão serão injetados na indústria, para a compra de insumos, gerando 1.440 empregos indiretos.

Portanto, para cada artesão beneficiado, a expectativa é que dois outros trabalhadores sejam beneficiados indiretamente.

Anunciado pelo governador Fernando Pimentel na abertura da 28ª Feira Nacional de Artesanato, o edital tem por objetivo estimular o segmento do artesanato, reconhecendo-o como estratégico para o desenvolvimento econômico sustentável do estado e promovendo o fortalecimento das entidades e profissionais da atividade.

Com ações voltadas às associações e cooperativas de artesãos, o Governo do Estado de Minas Gerais, via Codemig, busca minimizar a informalidade do setor, capacitar e qualificar os artesãos e fomentar canais de comercialização.

Dessa forma, o artesanato mineiro torna-se mais competitivo em nível nacional e mais reconhecido internacionalmente, consolidando-se como um meio de desenvolvimento econômico, social e cultural em Minas Gerais.

Serão selecionadas pelo menos 18 entidades, buscando contemplar os 17 territórios de desenvolvimento do Estado. Cada selecionado receberá no máximo R$ 100 mil, a serem destinados à compra de matéria-prima e ferramentas e ao custeio de capacitações profissionais.

Investindo em importantes instituições do artesanato, o Governo contribui para a promoção desse ofício, nas suas mais nobres e diversificadas tipologias, e oferece, de maneira organizada e permanente, uma proposta de convergência para as diversas manifestações artísticas do setor em Minas Gerais.

Podem se inscrever associações e cooperativas que atuem em uma ou mais das seguintes categorias: Cerâmica; Madeira; Pedras e Gemas; Fio e tecidos; Fibras vegetais; Couros e Peles; Metais; Vidro; Sementes e raízes; e Papel e papelão.

Programa +Artesanato: identidade cultural e desenvolvimento econômico

O Governo do Estado de Minas Gerais, por meio da Política Estadual de Desenvolvimento do Artesanato Mineiro – Programa +Artesanato, tem por objetivo a valorização do segmento.

As ações do Programa fundamentam-se nos princípios da sustentabilidade socioeconômica e ambiental, da valorização do território como reconhecimento da singularidade e da autenticidade da produção artesanal local, bem como da preservação da tradição artesanal, da identidade local e do senso de comunidade.

Entre as iniciativas vinculadas ao +Artesanato e coordenadas pela Codemig, estão a criação e a implementação da Vila do Artesanato em Araxá, espaço voltado para divulgação, exposição e comercialização de produtos artesanais.

O artesanato brasileiro é conhecido em todo o mundo por sua criatividade. Esse rico conjunto de produtos, desenhos e tons surgiu da herança dos povos que por aqui passaram e constituem a cultura brasileira.

Saber identificar e estimular a identidade cultural de cada região, por meio do artesanato, é de fundamental importância para a cultura e o artesanato em si. Identificar cada cultura através de traços, cores e texturas características agrega valor ao ornamento, seleciona o público para o qual será vendido e aumenta as chances de apreciação por parte do consumidor.

28ª Feira Nacional do Artesanato

Realizada pelo Instituto Centro Cape, organização sem fins lucrativos que visa a dar suporte ao micro e pequeno empreendedor, a Feira Nacional do Artesanato começou em 1989 e hoje é considerada a maior da América Latina. Na mais recente edição, em dezembro de 2017, 5 mil expositores de todo o Brasil expuseram suas mercadorias para cerca de 150 mil visitantes. A expectativa de vendas imediatas foi de R$ 70 milhões.

A Codemig esteve presente na Feira, com o Espaço Mineiraria. Produtores de cerveja artesanal, café, cachaça, doces e compotas e derivados de jabuticaba (licores, geleia, molhos, entre outros) participaram do estande, uma iniciativa do Programa +Gastronomia. A 28ª Feira Nacional do Artesanato foi realizada no Expominas Belo Horizonte.

A Codemig

Em consonância com as diretrizes do Governo do Estado, a Codemig pauta suas ações, de forma arrojada e moderna, em três grandes eixos estratégicos: Mineração, Energia e Infraestrutura; Indústria Criativa; e Indústria de Alta Tecnologia.

A empresa investe em vários segmentos, como extração de nióbio e terras-raras, levantamento geológico e geofísico, águas minerais, materiais estratégicos e energia, aeroespacial e defesa, biotecnologia, Internet das Coisas, telecomunicações, distritos industriais, turismo de lazer e negócios, moda, gastronomia, audiovisual, música e artes.

Sua múltipla atuação está cada vez mais voltada para que riquezas gerem novas oportunidades de investimentos, aumentem a competitividade e propiciem bons negócios para o setor produtivo mineiro.

Free WordPress Themes, Free Android Games