Prefeitura atende doentes com diabete

Foto: Marco Crepaldi/Secretaria de Governo e Comunicação

Aos 72 anos, Maria Veras Cardoso vai duas vezes por semana ao Centro Municipal de Atenção ao Diabético (Cmad), que é a referência para o tratamento de diabéticos no município. Acompanhada pelos profissionais do local há três anos, a aposentada realiza os curativos e faz tratamento de drenagem com fisioterapeuta. Cuidados que permitem uma melhor qualidade de vida desde que foi diagnosticada com o diabetes Tipo 2.

“Não é uma doença fácil. Precisamos de cuidados e uma vigília diária, principalmente com as extremidades. Tenho algumas feridas nas pernas e com os cuidados feitos em casa e no centro, com curativos e tratamento com a fisioterapeuta, consigo evitar outros problemas”, comentou.

A aposentada Maria Verias está entre os pacientes que são acompanhados mensalmente pelo Cmad. Por ser um centro onde os usuários são referenciados, o encaminhamento é feito pela atenção primária para os pacientes diagnosticados com diabetes tipo 2 com lesões, ou pós-internação na rede municipal (HC-UFU ou Hospital Municipal) de pessoas diagnosticada tipo 1 para que possam seguir tratamento e acompanhamento ambulatorial, bem como orientações e conscientização sobre a doença

Cuidado autocompartilhado

Para melhor acolher os pacientes, desde o ano passado a equipe do Cmad adotou o modelo de atendimento compartilhado. Com uma equipe multiprofissional (endocrinologista, nutricionista, psicólogo, assistente social, enfermeiro, técnico em enfermagem, fisioterapeuta e farmacêutico), durante a mesma consulta, o paciente é tratado por vários profissionais, conforme explica a coordenadora do Cmad, Marina Alves da Silva Pereira.

“Nesse modelo, conseguimos otimizar o acolhimento do paciente, avaliando cada caso e traçando um plano de cuidado com orientações sobre a doença, tratamentos, alimentação e uso da medicação, bem como os curativos daqueles que apresentam o pé diabético, proporcional e alinhado com toda a equipe médica”, afirmou

Ambulatório do Pé diabético

São várias as complicações que podem ser causadas pela falta de cuidados ou desenvolvimento do diabetes. Uma delas se remete ao pé diabético, que é causado por uma ferida que não cicatriza e infecciona. Essa condição é provocada por problemas de ordem circulatória, quando a glicemia não é controlada. Atualmente, o Cmad tem mais de 300 pacientes ativos que realizam os curativos.

A doença tem um sintoma comum que é a neuropatia, um transtorno neurológico que afeta a sensibilidade dos pés do enfermo. Logo, é corriqueiro haver lesões que não são sentidas no dia-a-dia que se transformam em feridas e precisam de tratamento para não infeccionar. Em muitos casos a amputação é necessária para evitar problemas maiores.

Inscrições para o Pmic 2020 começam no próximo mês

Edital foi aberto pela Prefeitura de Uberlândia nos últimos dias

Evento Vozes Cantam a Paz apoiado pelo Pmic reuniu milhares de pessoas

Foto: Valter de Paula – Secretaria Municipal de Governo e Comunicação

Incentivo à Cultura 2020 (Pmic). A iniciativa da Secretaria Municipal de Cultura tem como finalidade promover a captação e canalização de recursos para o setor cultural, de modo a estimular a realização de projetos artístico-culturais no município, mediante a concessão de apoio financeiro. A resolução completa pode ser conferida aqui.

Seguindo o exemplo de 2019, a edição de 2020 também conta com o montante de R$5,6 milhões para serem investidos nos projetos, sendo R$3,1 milhões oriundos do Fundo Municipal de Cultura e R$ 2,5 milhões do Incentivo Fiscal.

“No Pmic 2019, tivemos praticamente o dobro de projetos aprovados em relação a 2018.Vimos um bom retorno da classe artística, principalmente pela variedade dos projetos. Temos grandes expectativas para este ano, com propostas que, com certeza, virão para beneficiar a comunidade”, ressaltou a secretária municipal de Cultura, Mônica Debs Diniz.

Para auxiliar na elaboração de propostas, entre 19 de junho e 17 de julho a Secretaria Municipal de Cultura, realizou a oficina “Como elaborar Projetos Culturais”, que ocorreu durante as noites de quartas-feiras na Oficina Cultural.

Aumento no incentivo
O aumento do recurso disponibilizado para a área foi considerável em 2019 e 2020 em relação aos anos anteriores, saltando dos R$3,6 milhões aplicados em 2017/2018 para R$5,6 milhões.“A parte de políticas públicas está sendo cumprida, agora está nas mãos da classe artística a realização de bons projetos, formando uma cadeia produtiva enorme, qualificando as pessoas e redistribuindo esse dinheiro em ações culturais”, afirmou a secretária de Cultura, Mônica Debs Diniz.

Inscrições
As inscrições dos interessados acontecerão entre 20 de agosto a 3 de setembro de 2019. As propostas devem ser entregues de segunda a sexta-feira, das 12h às 17h, na Secretaria Municipal de Cultura, situado na Avenida Anselmo Alves dos Santos, nº. 600, no Bairro Santa Mônica.

Podem concorrer projetos nas seguintes áreas artístico-culturais: artes visuais e histórias em quadrinhos; artesanato e design; audiovisual, fotografia, comunicação, cultura digital, jogos analógicos e virtuais; biblioteca, arquivo, galeria, museu e centro cultural; circo; cultura afro-brasileira, etnia indígena e outras etnias; culturas tradicionais, folia de reis e quadrilha; dança; literatura, leitura e contação de histórias; música; patrimônio cultural, histórico e artístico; teatro e ópera.

O empreendedor poderá se inscrever com até dois projetos para cada mecanismo, Fundo Municipal de Cultura ou Incentivo Fiscal. Para saber mais sobre os documentos necessários, bem como quem pode concorrer e mais detalhes sobre o incentivo acesse o edital.

Para mais informações e orientações acerca da elaboração de projetos, é só entrar em contato com o Núcleo de Gestão do PMIC de forma presencial na Secretaria Municipal de Cultura ou por meio do e-mail pmic@uberlandia.mg.gov.br, ou ainda pelo telefone (34) 3239-2952.

Audiência pública debate acessibilidade na Câmara Municipal

Ascom/CMU

Discussão ocorre nesta quarta-feira (24); população e associações poderão participar

Uma audiência pública para discutir sobre a acessibilidade em imóveis antigos da cidade será realizada nesta quarta-feira (24) na Câmara Municipal de Uberlândia. O encontro será realizado no Plenário Homero Santos, localizado na Avenida Ubiratan Honório de Castro (em frente a EMEI Maria Pacheco) no bairro Santa Mônica, a partir das 19h.

Os autores do requerimento para a realização do evento são os vereadores Antônio Carrijo (PSDB), Hélio Ferraz – Baiano (PSDB) e Roger Dantas (Patriota). Segundo Carrijo, a audiência foi marcada após várias reclamações da falta de acessibilidade em imóveis da cidade. “Pessoas e associações do município nos acionaram várias vezes para contar sobre a situação de prédios que nem sempre têm condições de fazer as reformas necessárias para promover uma acessibilidade”, explicou ele.

Ainda de acordo com o vereador, o objetivo é promover um debate para ouvir a população, as entidades que representam o setor e proprietários das edificações que queiram se manifestar sobre o tema.

Para a audiência foram chamadas entidades de classe como Sindicatos de Classe, a Associação Comercial e Industrial de Uberlândia (Aciub) e a Câmara dos Dirigentes Lojistas (CDL), além de um representante da Promotoria de Justiça de Defesa dos Direitos da Pessoa com Deficiência de Uberlândia.

Prefeitura de Patos mantém Programa Pronascentes

Ascom/PMPM

Foi realizado o mapeamento de 74 nascentes da microbacia do córrego e apontada a necessidade de recuperação de sua mata ciliar

O Programa Municipal Pronascentes concluiu o cadastramento e diagnóstico hidroambiental de nascentes da microbacia do córrego Bom Sucesso, manancial de abastecimento do distrito. O trabalho técnico de campo e de sensibilização inicial dos produtores rurais ocorreu de março a julho de 2019 e contou com a cooperação técnica do Instituto Estadual de Florestas (IEF), do Centro Universitário de Patos de Minas (Unipam) e do Conselho Integrado de Meio Ambiente (CIMA), além do apoio de membros da comunidade local e das instituições que fazem parte do Colmeia Patos.

Na microbacia, foram diagnosticadas e mapeadas 74 nascentes de um total de 20 proprietários. Verificou-se que 71 dessas nascentes necessitam de cercamento devido ao pisoteio de gado. Considerando a escassez hídrica local e os principais fatores de degradação ambiental da microbacia, o estudo apontou ainda a necessidade de recuperação da mata ciliar do córrego, além de medidas de conservação do solo.

O diagnóstico ambiental da microbacia e as diretrizes para a recuperação foram submetidos ao Colmeia Patos, sendo aprovada a submissão do projeto ao Programa Pró-mananciais da Copasa, para liberação de recursos financeiros que vão viabilizar em breve a execução das ações ambientais na região do distrito de Bom Sucesso. Foi marcada também uma reunião para o próximo dia 25 (quinta-feira), às 18h, com a comunidade local e produtores rurais envolvidos, visando apresentar o diagnóstico realizado e obter a adesão deles ao projeto.

Tabelas dos Jogos Escolares de Minas Gerais

Evento acontecerá em Uberlândia, com participação de cerca de sete mil pessoas

Foto: Secretaria Municipal de Governo e Comunicação

Com uma grande estrutura, Uberlândia segue preparada para receber, pela primeira vez, a etapa estadual dos Jogos Escolares de Minas Gerais (JEMG) entre os dias 30 de julho e 3 de agosto. As tabelas de jogos e chaveamentos das modalidades individuais, coletivas e paralímpicas já foram divulgadas. As informações podem ser conferidas no endereço eletrônico oficial da competição.

Esta é a primeira vez que Uberlândia sediará a fase estadual do torneio, que deve reunir cerca de sete mil pessoas (entre professores e estudantes/atletas) de 267 cidades do Estado. O evento é promovido pelo Governo de Minas, mas tem organização da Prefeitura de Uberlândia, por meio da Fundação Uberlandense do Turismo, Esporte e Lazer (Futel).

Uberlândia participará da competição com 210 estudantes/atletas nas modalidades coletivas e outros 248 nos esportes individuais. Os alunos são de 35 escolas da cidade, entre estaduais, municipais e particulares.

De acordo com o coordenador dos jogos em Uberlândia, Hudson Paim, um dos motivos de a cidade ter sido escolhida para sediar a fase estadual é sua excelente estrutura. “Serão dez locais para competições e 30 escolas como alojamentos, o que demonstra o tamanho e importância do evento para toda a cidade. Para todos nós, a expectativa é muito positiva e faremos o nosso melhor”, afirmou.

Modalidades

As modalidades coletivas serão futsal, vôlei, basquete e handebol. As individuais serão atletismo, badmington, ciclismo, ginástica rítmica, judô, natação, tênis de mesa, vôlei de praia e xadrez. Por fim, as paralímpicas englobam o atletismo PCD, bocha, futebol de 7, natação PCD e tênis de mesa PCD.

Prefeitura de Patos conduz simulação de barragens

Ascom/PMPM

O simulado prevê ações a serem realizadas em situações de desastres

No último dia 19 (sexta-feira), os membros do Comitê Cidade Resiliente da Defesa Civil de Patos de Minas participaram de uma reunião preparatória para realização de um simulado de barragens na empresa Mosaic Fertilizantes (antiga Fosfértil). Na reunião, foram definidas ações a serem realizadas durante o simulado.

O simulado de barragens, que deverá ocorrer até o mês de setembro, faz parte da Campanha das Nações Unidas e da Estratégia Internacional para Redução do Risco de Desastres (em inglês United Nations International Strategy for Disaster Reduction – UNISDR). Dentre as ações determinadas durante a reunião, foram definidas as diretrizes para a realização do simulado, além dos pontos de encontro, dos locais das sirenes e dos alarmes de emergência, em caso de desastres.

Free WordPress Themes, Free Android Games