Prefeitura constrói a UBS do Bairro Novo Umuarama

Araípedes Luz – Secom / PMU

Em breve, os moradores do bairro Minas Gerais contarão com um posto de atendimento. Paralisadas desde 2015, as obras da Unidade Básica de Saúde da Família (UBSF) Novo Umuarama foram retomadas pelo prefeito Odelmo Leão há dois meses e já apresentam avanços notórios.

Durante esta semana, uma das frentes de trabalho esteve dedicada a realizar a concretagem do piso da área externa e a colocação do piso intertravado no local onde será o estacionamento. Ao todo, mais de 15 funcionários da empresa vencedora da licitação, Enprol Engenharia e Projeto, entre engenheiros, pedreiros, encarregados e eletricistas, trabalham diariamente na obras.

Desde setembro, os operários finalizaram a colocação do piso porcelanato, concluíram a colocação dos vidros, do plaqueamento das paredes internas e a instalação das bancadas em granito. O revestimento dos banheiros, a estrutura elétrica e o gradil da mureta externa também foram iniciados.

A UBSF Novo Umuarama possui 560 m² de construção e foram necessários mais de 1,6 mil m² de placas de gesso e 700m² de piso porcelanato. No local, haverá mais de 20 salas de atendimento à comunidade com serviços de triagem, coleta, curativos e consultas.

Foco na comunidade

Construída no cruzamento das ruas da Fatura e Galiano Torrano, as obras da unidade começaram em 2014 e foram paralisadas com 50% de execução no ano seguinte. A construção foi retomada graças aos esforços da atual gestão para recuperar e garantir os serviços de qualidade para a população, sobretudo nas áreas prioritárias como a Saúde. Quase R$ 940 mil, oriundos do orçamento da Secretaria Municipal de Saúde e do Fundo Municipal de Saúde, serão investidos pela administração para que o equipamento seja finalizado.

A medida foi necessária uma vez que os recursos estaduais previstos em convênio assinado pelo Governo de Minas para permitir a construção da unidade não foram repassados. Dos mais de R$ 1,3 milhão que a gestão estadual deveria ter repassado em 2015 ao Município, somente pouco mais de R $600 mil foi recebido, mesmo o Município já tendo investido outros R$ 200 mil como contrapartida.

Prefeitura de Araguari melhora estradas

Ascom/PMA

A Prefeitura de Araguari, através da Secretaria de Obras fez nesta semana, intervenções importantes em vários pontos da zona rural do município. Várias estradas rurais apresentaram danos consideráveis com as chuvas que caíram no início do mês, o que necessitou de reparos para restabelecimento do trânsito novamente.

Foram vários pedidos direcionados a Secretária de Obras, que esperou pela oportunidade de tempo seco e mais firme para iniciar os trabalhos, já que com a presença de chuva não há como fazer os serviços. Em alguns locais, crateras enormes se formaram dividindo estradas e complicando várias comunidades.

O Secretário de Obras Expedito Castro Alves Júnior citou que o atendimento a algumas regiões precisou ser de forma imediata. “Precisávamos dar a resposta de forma mais rápida e imediata, mas, as chuvas duraram dias, o que impediu nosso trabalho. Mas, assim que o tempo firmou determinamos para que as máquinas fossem para os locais afetados e providenciasse os reparos o mais rápido possível. Estamos atentos a qualquer problema e sempre buscando soluções para não deixar que o cidadão fique com pontos de estradas intrafegáveis”, explicou o Secretário.

O Prefeito Marcos Coelho de Carvalho citou que os serviços são importantes para zona rural. “A chegada das chuvas sempre trazem alguns problemas em termos de estradas rurais. Determinamos a pasta de Obras para que esteja atenta a esses problemas e que possa dar o retorno o mais rápido possível para as comunidades da zona rural. Sabemos da importância das estradas rurais para o escoamento da produção agrícola e para a comunidade rural. Estamos trabalhando para oferecer aos usuários, estradas para o transporte de qualquer natureza e mesmo para as pessoas que trafegam em passeio pelas estradas rurais”, disse o Prefeito.

Settran constrói 150 novos abrigos nos pontos de ônibus

Cleiton Borges – Secom/PMU

Desde março, a Secretaria Municipal de Trânsito e Transportes (Settran) realiza a instalação de novos abrigos de ônibus em todas as regiões da cidade. Ao todo, 150 estruturas foram implantadas até o início de novembro, sendo 48 de metal e outras 102 de concreto. Os abrigos oferecem mais conforto e proteção do sol ou da chuva aos usuários do transporte público.

Durante esse período também foram executados 49 remanejamentos e remoções de abrigos. Serviços necessários quando há mudança de itinerários das linhas (ou seja, vias que antes passavam ônibus e que não passam mais, já que a rota foi alterada), quando a estrutura apresenta problemas estruturais ou não existem mais linhas no trajeto.

As mudanças beneficiaram mais de 40 bairros até o momento, em todas as regiões da cidade, como Roosevelt (setor norte), Shopping Park (setor sul) e Morumbi (setor oeste).  O trabalho de implantação dos novos abrigos é um projeto contínuo da Settran para contemplar novos locais considerados ores de tráfego. A escolha dos lugares foi feita após estudo detalhado para identificar os locais de demanda.

Bairros beneficiados

Aclimação, Alto Umuarama, Alvorada, Bosque dos Buritis, Brasil, Canaã, Centro, Chácaras Panorama, Chácaras Tubalina, Custódio Pereira, Daniel Fonseca, Distrito Industrial, Dom Almir, Esperança, Ipanema, Jardim América, Jardim Célia, Jardim Botânico, Jardim Brasília, Jardim Europa, Jardim Holanda, Laranjeiras, Luizote de Freitas, Mansões Aeroporto, Mansour, Maravilha, Martins, Marta Helena, Minas Gerais, Monte Hebron, Morada da Colina, Morada Nova, Morumbi, Osvaldo, Pampulha, Pequis, Planalto, Roosevelt, Santa Luzia, Santa Mônica, Santa Rosa, São Francisco, São Jorge, Segismundo Pereira, Shopping Park, Tabajaras, Taiaman, Tibery, Tocantins e Umuarama.

 

 

Prefeitura planta árvores no Parque da Longevidade

Cleiton Borges/Secom-PMU

Cerca de três mil mudas de árvores de diversas espécies nativas do Cerrado (como ingá, embaúba, mangue, mutambo, pororoca, jacarandá e ipês roxo, amarelo e branco) começaram a ser plantadas hoje (14) no Parque da Longevidade, no bairro São Lucas. O objetivo da ação é revitalizar a área verde do local e aumentar o trecho de mata ciliar às margens do Córrego do Óleo.

O plantio, encabeçado pela Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Desenvolvimento Urbanístico, aindacontou com a ajuda de alunos da Escola Municipal Professora Maria José Mamede Moreira, representantes do Grupo de Escoteiros, do Corpo de Bombeiros, da Polícia Militar de Meio Ambiente, do 36º Batalhão de Infantaria Mecanizado (BIMec), além da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) em Uberlândia.

A aluna do 4º ano Maria Vitória Nogueira Rosa, de 10 anos, fez questão de colocar as mãos na terra e ajudar a plantar algumas mudas. “É uma sensação muito boa. Acho que vai ficar muito bonito e ajudar nossa natureza”, disse.

Sustentável

De acordo com o secretário de Meio Ambiente e Desenvolvimento Urbanístico, Dorovaldo Rodrigues Júnior, o trabalho não irá parar por aqui. A equipe ainda deve plantar mais algumas mudas em espaços públicos da cidade até o final do ano. Além disso, a ação vai continuar no próximo ano durante o período chuvoso, época mais propícia para o plantio.

“O compromisso da gestão do prefeito Odelmo Leão é colocar o verde novamente na cidade de forma sustentável e organizada. Para isso, nós estamos plantando espécies arbóreas adequadas em locais devidos. Nosso objetivo aqui no Parque da Longevidade é preservar a biodiversidade, melhorar a qualidade da água do Córrego do Óleo adensando a mata ciliar, e também proporcionar à população melhores condições de utilização do espaço público”, afirmou o secretário de Meio Ambiente e Desenvolvimento Urbanístico, Dorovaldo Rodrigues Júnior.

 

Programa do Governo ajuda startups em Minas

Oov. MG

Projetos mineiros que passaram pelo Seed se destacam no cenário nacional e até internacional. Programa recebeu investimentos de R$ 20,9 milhões do Governo estadual

Minas Gerais, com destaque para Belo Horizonte, reúne diversos casos de sucesso de startups que passaram pelas rodadas de aceleração do Seed (Startups and Entrepreneurship Ecosystem Development). Considerado um dos maiores da América Latina, o programa do Governo mineiro foi criado para fomentar negócios de tecnologia e inovação no estado. Ideias gestadas neste ambiente criaram musculatura, alcançaram êxito e crescimento em ritmo forte.

Diante da avalanche de informações que todos os dias invadem a internet, abriu-se espaço para o surgimento de startups que simplificam a vida do cidadão no momento de comparar e adquirir algo disponível no mercado. De olho nesse segmento, o Seed investiu, até o momento, R$ 20,9 milhões em cinco rodadas de aceleração de novos empreendimentos.

Com esses estímulos, Minas Gerais se transformou em polo de inovação e celeiro de startups para atender a um mercado de consumo sem limite de crescimento, com a oferta diária de novos produtos e serviços. Entre as centenas que se sobressaem e crescem oferecendo negócios ancorados na tecnologia, algumas despontam como exemplos bem sucedidos do Seed.

Um guia dos planos de telefonia

A startup Melhor Plano é uma delas. Surgiu em 2015 para ajudar o consumidor a economizar nas suas contas de telefonia fixa e celular. Agora, já se prepara a expansão dos seus serviços para planos de saúde, cartão de crédito, contas bancárias, consórcios, entre outros.
Segundo o sócio-fundador, Pedro Israel, o público-alvo é abrangente e, por isso, ele acredita que há espaço para crescer. Ao mesmo tempo, espera ver um dia todos os consumidores inquietos com as contas por acharem caras e, a partir daí, procurar o Melhor Plano para buscar algo mais barato.

O empreendedor relata que a ideia nasceu de uma necessidade familiar – sua e do seu sócio, Felipe Byrro -, de buscar redução de preço e melhoria no serviço de telefonia celular, uma realidade de muitas famílias no país. A partir daí, os dois desenvolveram o projeto e o apresentaram na Startup Chile, onde foi desenvolvida a primeira versão do Melhor Plano.

Em 2016, os empreendedores participaram da rodada de aceleração do Seed, que ajudou na visibilidade e credibilidade das soluções tecnológicas oferecidas.

“Foi um período muito especial, crescemos três vezes em seis meses, nos envolvemos com a comunidade e fizemos parcerias com outras startups, entre elas a Monetus, com a qual dividimos experiências e o andar do prédio onde estamos instalados. A ajuda financeira do Governo Estadual nos permitiu crescer o time e arriscar mais”, ressalta Pedro Israel.

Com concorrentes no mercado, a empresa mineira lidera esse trabalho de comparação de preços, oferecendo, com tecnologia, a simplificação no processo de escolha para o consumidor.

“Cerca de 500 mil pessoas consultam a plataforma melhorplano.net todos os meses. Nosso modelo de negócio é ajudar o usuário a encontrar algo melhor, uma vez que ele escolhe o plano na nossa plataforma. Lá, colocamos as duas partes em contato e o parceiro finaliza o processo com o cliente. A nossa receita é gerada com essas parcerias”, observa Israel.

Hoje, a Melhor Plano tem 25 colaboradores, entre funcionários, estagiários e freelancers. A maioria está ligada ao escritório principal em Belo Horizonte, mas há aqueles que trabalham em São Paulo, Rio de Janeiro e Poços de Caldas, além de colaboradores na Região Metropolitana de BH.

Pedro Israel acredita que o momento de crise econômica no país gera oportunidade para as pequenas empresas. “De um lado, os consumidores precisam economizar e a nossa plataforma ajuda muito. Do outro estão os nossos parceiros comerciais que precisam otimizar as vendas para cortar custos”, avalia. “A expectativa é dobrar a receita em relação a 2017 e, para 2019, triplicar o faturamento com os novos projetos”, conclui.

Iepha-MG promove Circuito de Presépios e Lapinhas

Gov.MG – Foto: Presépio no município de Bueno Brandão || Maria Ameliadini

Municípios mineiros podem se cadastrar no site até dia 30 de novembro. Exposição e visitação serão consideradas na pontuação do ICMS Patrimônio Cultural

O Instituto Estadual do Patrimônio Histórico e Artístico de Minas Gerais (Iepha-MG) promove a terceira edição do Circuito de Presépios e Lapinhas de Minas Gerais, em parceria com os municípios mineiros.
Para participar, as cidades devem se cadastrar no site www.iepha.mg.gov.br até o dia 30 de novembro. A exposição e a visitação serão parte da contabilização da pontuação do ICMS Patrimônio Cultural.
Com essa ação em conjunto, os municípios criam um roteiro de visitação em todo o território de Minas, compartilhando seus presépios residenciais e comunitários. No ano passado, 295 presépios e lapinhas foram cadastrados, com a participação de 127 municípios.
Após o cadastramento, os presépios serão reunidos em um guia online, disponibilizado no site do Iepha-MG

Tradição da cultura mineira
Em Minas, a tradição dos presépios está presente desde o século 18, com muitos deles montados nos chamados oratórios-lapinhas, encontrados nas regiões de Santa Luzia e Sabará. Tradicionalmente, o dia de desmontar o presépio, a árvore de Natal e toda a decoração é 6 de janeiro, quando se celebra o Dia de Reis.

Free WordPress Themes, Free Android Games