Governo antecipa pagamento do salário dos servidores

Gov. MG Imprensa

Salário integral das áreas de Saúde e Segurança e primeira parcela das outras categorias estarão disponíveis nesta sexta-feira (7/8)

O Governo de Minas antecipou o pagamento do salário dos servidores estaduais referente a julho para o quinto dia útil deste mês, 7 de agosto. A medida, que reflete o esforço Estado em regularizar as datas de pagamento do funcionalismo, foi anunciada pelo governador Romeu Zema nesta quarta-feira (5/8).

Na sexta-feira (7/8), será depositado o salário integral dos servidores das áreas de Saúde e Segurança, que atuam na linha de frente do combate à covid-19, e também a primeira parcela, no valor de R$ 2 mil, dos servidores das demais categorias. A previsão inicial era de que os valores fossem pagos no sábado (8/8), conforme anunciado na última semana.

Além disso, o governador também anunciou a data da segunda parcela dos salários: o pagamento será no dia 21/8.

Cepes/UFU divulga informativo de julho

Ascom/UFU

Durante o mês passado, foram realizados dois webnários e publicados um guia e três boletins

Assim como nos meses anteriores, a equipe de pesquisadores do Centro de Pesquisas Econômico-Sociais da Universidade Federal de Uberlândia (Cepes/UFU) permaneceu trabalhando de forma remota em julho. Além disso, foram realizadas pesquisas presenciais em alguns estabelecimentos, seguindo as indicações para fazê-las de maneira segura.
Durante o mês, o Cepes disponibilizou quatro publicações, sendo três boletins e um guia, e realizou dois webnários – seminários via internet. Os dados apresentados e as discussões elaboradas se localizaram em três linhas de pesquisa: “Mercado de Trabalho”, “População” e “Preços”.

Mercado de Trabalho
O Boletim do Emprego de Uberlândia foi elaborado pelo Cepes com o objetivo de publicar periodicamente informações sobre a dinâmica do emprego formal do município. Nesta edição, evidenciaram-se os dados referentes ao intervalo entre janeiro e abril de 2020.
Foram analisados o fluxo de emprego e o saldo das movimentações empregatícias, ou seja, as contratações e demissões neste período em Uberlândia. O resultado apontou uma grave repercussão econômica da pandemia de Covid-19 no mercado de trabalho formal. Destaca-se o alto saldo de demissões do mês de abril.
Além do boletim, foi publicado o Guia Metodológico para entender o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados, o “Novo Caged”. Este cadastro é uma ferramenta utilizada para conferir os dados do sistema de seguro desemprego e também serve como base para a elaboração de pesquisas, programas e projetos relacionados ao mercado de trabalho.
A proposta deste documento é pontuar aspectos metodológicos deste cadastro, que passou a ser divulgado em 2020, e algumas diferenças entre o “Novo Caged” e o sistema anterior, conhecido como Caged.

Uberlândia
Para o cálculo do Índice de Preços ao Consumidor de Uberlândia (IPC-Cepes) de junho de 2020, foram comparados preços coletados no período do dia 1º ao 30, que são os de referência, com os preços coletados no período de 4 a 29 de maio, dado utilizado como base. O índice apresentou variação de 0,47% em junho, sendo 0,56 ponto percentual acima da taxa de -0,09% registrada no mês anterior. No acumulado dos últimos doze meses, a variação ficou em 1,26%, enquanto a variação acumulada de 2020 foi -0,10%.
Sobre a Cesta Básica de Alimentos de Uberlândia em junho de 2020, o gasto mensal foi de R$ 446,56, apresentando valor menor do que o registrado em maio, que foi R$ 457,77, variando -2,45% em relação ao mês de referência. A variação acumulada no ano da Cesta Básica de Alimentos foi de 3,77%. Estes dados foram apresentados no Webnário 07 – Divulgação do Índice de Preços ao Consumidor de Uberlândia IPC-Cepes e da Cesta Básica de Alimentos de Uberlândia, realizado em 22 de julho.

Inclusão
No último dia 28 de julho, foi realizado o Webnário 08 – Lei Brasileira de Inclusão: 5 anos de avanços (?) para a autonomia socioeconômica das pessoas com deficiência?. Este seminário virtual teve como pauta central o impacto da lei e como a população vê essa legislação.]

Dados
Continuam disponíveis as séries históricas agregadas do IPC-Cepes de 1979 a maio de 2020; da Cesta Básica de Alimentos de 1983 a maio de 2020; do Tempo de Trabalho de 1983 a maio de 2020 e do Salário Mínimo Necessário de 1991 a maio de 2020.
O Cepes está localizado na sala 132 do Bloco IJ do Campus Santa Mônica. Contatos: telefone (34) 3239-4527 e e-mail cepes@ufu.br.

Central Estadual de Bloqueios de Celulares completa dois anos

Crédito (foto): Divulgação/Sejusp

Plataforma busca diminuir valor de mercado dos aparelhos no mundo do crime, além de proteger informações pessoais das vítimas

A Central de Bloqueios de Celulares do Estado de Minas Gerais (Cbloc) completou dois anos de funcionamento tendo inutilizado quase 24 mil aparelhos roubados ou furtados. A iniciativa tem objetivo de bloquear os dispositivos subtraídos, diminuindo o valor de mercado deles no mundo do crime e os tornando desinteressantes para ações de receptação.
Além disso, ao inutilizar o celular roubado ou furtado, a Cbloc contribui com a proteção de dados pessoais das vítimas, como fotos, mensagens de texto e caminhos diários salvos em aplicativos de GPS. Somente de janeiro a julho de 2020, mais de 7,2 mil celulares tiveram o funcionamento interrompido pela ferramenta – um aumento de 18% em relação ao mesmo período do ano passado, quando 6,1 mil aparelhos foram inutilizados.
Os interessados podem pedir o bloqueio do aparelho Cbloc diretamente pela página http://cbloc.seguranca.mg.gov.br, de forma rápida e segura, com poucos cliques. Com o Registro de Eventos de Defesa Social (Reds) em mãos, o antigo boletim de ocorrência, ele é possível conseguir inutilização fornecendo apenas o número de telefone.

Simplificação
Esse é um dos diferenciais da Cbloc. Até o lançamento da plataforma, só era possível bloquear um aparelho, em parceria com a Anatel, fornecendo o Imei do telefone – um código internacional de identificação, com muitos números, que geralmente a vítima não tem guardado e que não consegue mais obter depois de o aparelho ter sido roubado ou furtado.
“A participação da sociedade nessa plataforma digital é muito importante. A Cbloc busca facilitar os procedimentos de segurança a serem tomados por parte da vítima, de forma simples e rápida, e permitir que o cidadão contribua com a redução da criminalidade no estado”, observa o superintendente de Integração e Planejamento Operacional da Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública (Sejusp), Leandro Almeida

Ranqueamento
A 1ª Região Integrada de Segurança Pública (Risp), que corresponde à cidade de Belo Horizonte, lidera o ranking de pedidos de bloqueio, contabilizando 6,4 mil. Ela é seguida pela 9ª Risp, com sede em Uberlândia, com 3,5 mil requisições; e pela 7ª Risp, sediada em Divinópolis, com 2,4 mil.
Entre janeiro e março de 2020, 4,3 mil celulares foram bloqueados, em Minas Gerais, por meio da central. O dado é quase 445% superior aos três primeiros meses de 2019, quando foram efetuadas 981 inutilizações. O crescimento se deve, em boa parte, à possibilidade de bloqueio imediato do aparelho subtraído em grandes eventos, no caminhão do Centro Integrado de Comando e Controle Móvel (CICC Móvel), montado nesses locais.
No Carnaval de 2020, em Belo Horizonte e na região metropolitana, vítimas de furtos e roubos desses aparelhos puderam, pela primeira vez, solicitar os bloqueios pessoalmente, no local da ocorrência, em meio à folia. Para isso, a pessoa prejudicada deveria informar o desejo de inutilizar o aparelho via Cbloc aos policiais que registraram a infração. Ao todo, foram 629 solicitações em BH e 441 na RMBH, entre 21 e 26 de fevereiro.

Redução dos índices
O quantitativo de celulares roubados ou furtados em Minas tem apresentado queda expressiva, se comparado ao último ano, segundo os dados do Observatório de Segurança Pública da Sejusp, compilados a partir dos Reds.
De janeiro a junho de 2020, as estatísticas apontam 13,8 mil aparelhos roubados no estado, uma diminuição de 36% com relação ao mesmo período de 2019, quando o acumulado era de 21,8 mil. Já o número de dispositivos telefônicos furtados, entre janeiro e junho, passou de 31,1 mil, no primeiro semestre de 2019, para 22,9 mil nos meses correlatos deste ano. A redução desse tipo de ocorrência é de 26,5%.

PCMG é finalista em concurso nacional de inovação

Gov. MG Imprensa

Critérios de seleção envolvem contribuições para ampliar qualidade dos serviços públicos

Os sistemas de Credenciamento de Empresas (SCE) e de Rastreabilidade de Peças (SIRP) da Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) estão entre os finalistas do Concurso Inovação no Setor Público, promovido pela Fundação Escola Nacional de Administração Pública (Enap).
O concurso objetiva valorizar servidores públicos que se dedicam a repensar atividades cotidianas e incentivar a implementação de inovação em serviços públicos dos governos federal, estadual e municipal.

Critérios
A seleção dos finalistas tem foco em iniciativas que contribuem para o aumento da qualidade dos serviços públicos e tornam as respostas do Estado às demandas da população mais eficientes .
O chefe da Polícia Civil, delegado-geral Wagner Pinto, destaca que estar entre os finalistas de um concurso tão importante é reflexo do trabalho desenvolvido pela PCMG, por meio do Detran. “A direção do Departamento de Trânsito é totalmente comprometida com o cidadão mineiro e busca desenvolver o trabalho com o único objetivo de melhorar a prestação final do serviço, trazendo eficiência e excelência ao resultado”, avaliou.
O SCE e o SIRP foram inscritos na categoria Inovação em Processos Organizacionais, na qual seis iniciativas foram finalistas. Ao todo, o concurso registrou 296 inscrições.

Sistemas
Os sistemas finalistas surgiram a partir de um trabalho conjunto entre o Departamento de Trânsito de Minas Gerais (Detran-MG) e a Companhia de Tecnologia da Informação do Estado de Minas Gerais (Prodemge), ao buscar solução para o credenciamento de empresas que exercem a desmontagem, reciclagem e venda de peças automotivas, em conformidade com a Lei Federal 12.977/2014.
Na próxima etapa do concurso, Avaliação Final, a equipe fará apresentação oral de sua iniciativa ao Comitê Julgador. A data será definida pela coordenação do concurso. Após a apresentação de todas os finalistas, o comitê escolherá as três iniciativas vencedoras de cada categoria.

Inovação com resultado
O Sistema de Credenciamento de Empresas (SCE) e Sistema de Rastreabilidade de Peças ( SIRP) representam mudanças significativas nos processos de credenciamento de pessoas jurídicas e rastreabilidade de partes e peças de veículos automotores, oferecendo ao consumidor final produto com certificação técnica de segurança e de origem legal.
Atualmente, o Detran-MG tem capacidade para rastrear mais de 420 mil partes e peças de veículos, considerando o número de etiquetas já faturadas desde a implantação dos sistemas.

Impacto
A criação de um mercado legalizado de partes e peças de veículos automotores desmontados, totalmente rastreáveis, promoveu uma redução significativa dos índices de furto e roubo de veículos automotores em Minas Gerais.
No primeiro trimestre de 2020 foram registrados 6.237 furtos, 29,47% a menos do que no ano de implantação dos sistemas. No mesmo período foram registrados 2.495 roubos, 61,22% menos do que o computado no mesmo período de 2017, quando o sistema foi criado. Na época, houve 6.435 roubos de veículos.
“A migração dos processos para uma plataforma digital promoveu o controle efetivo das atividades de desmontagem e venda de peças pelo estado, gerando capilaridade das ações da Polícia Civil com a descentralização das atividades entre todas as suas unidades. Isso, certamente, contribui para a diminuição dos índices de furtos e roubos de veículos”, afirma o diretor do Detran-MG, delegado Kleyverson Rezende.
Em razão dos resultados obtidos com a implantação dos sistemas, atualmente, o SCE é utilizado para credenciamento e controle de todos os parceiros ligados aos serviços do Detran-MG, promovendo agilidade, transparência e segurança à atividade e aos processos do órgão.

Futel instala academia ao ar livre no bairro Taiaman

A solicitação do equipamento foi feita pelos moradores durante uma reunião comunitária no bairro

Foto: Valter de Paula – Secretaria Municipal de Governo e Comunicação

A Fundação Uberlandense do Turismo, Esporte e Lazer (Futel) concluiu, nesta terça-feira (4), a instalação de uma academia ao ar livre na Praça da Sinfonia, no bairro Taiaman. A solicitação para a instalação dos equipamentos foi feita durante uma reunião comunitária promovida pela Prefeitura de Uberlândia, em novembro do ano passado, com a participação de moradores do bairro. A Futel também já iniciou a instalação de uma academia no poliesportivo Dona Zulmira e instalará, em breve, outras duas nos poliesportivos Custódio Pereira e Tocantins.

As academias são padronizadas e contam com oito aparelhos, entre eles o simulador de caminhadas e as rotações, indicadas principalmente para a mobilização e maior flexibilidade dos braços e dos ombros.

“O prefeito Odelmo Leão tem grande preocupação com a saúde e o bem-estar da população de Uberlândia e, por isso, busca oferecer qualidade de vida gratuitamente, por meio de iniciativas como a instalação de academias ao ar livre. Essas reuniões comunitárias são importantes, pois aproximam as pessoas do poder público. Ao fim da pandemia, esses novos equipamentos poderão ser utilizado por inúmeras famílias”, disse o diretor geral da Futel, Edson Zanatta.

Academias ao ar livre

Foto: Valter de Paula – Secretaria Municipal de Governo e Comunicação
As atuais academias ao ar livre em Uberlândia estão instaladas em praças e logradouros dos bairros Martins, Daniel Fonseca, Osvaldo Rezende, Brasil, Nossa Senhora Aparecida, Roosevelt, Maravilha, Pacaembu, Residencial Gramado, Nossa Senhora das Graças, Esperança, Industrial, Minas Gerais, Marta Helena, Saraiva, Santa Maria, Lagoinha, Patrimônio, Tubalina, São Jorge, Campo Alegre, Jardim das Acácias, Shopping Park, Segismundo Pereira, Santa Mônica, Custódio Pereira, Aclimação, Jardim Ipanema, Alvorada, Morumbi, Planalto, Luizote de Freitas, Jardim Patrícia, Dona Zulmira, Canaã, Jardim Holanda, Jardim Célia, Manaim, Morada Nova, Mansour, Tocantins, Guarani, Cruzeiro do Sul e Cruzeiro dos Peixotos, dos distritos Martinésia e Tapuirama e ainda no Parque do Sabiá e nos poliesportivos Jardim Brasília, Roosevelt, Planalto e São Jorge.

Prefeitura de Araguari mantém obras no Residencial Madri

Ascom/PMA

A prefeitura de Araguari, através da secretaria de Obras, segue acompanhando os trabalhos das obras realizadas nas ruas Um e Dois, no Residencial Madri.
As obras foram iniciadas no mês passado, e visam à troca da tubulação e caixa de passagem. Em alguns trechos o serviço já feito com reposição de massa asfáltica. Os serviços visam possibilitar o melhor escoamento das águas das chuvas.
O secretário Expedito Castro Júnior visita o local diariamente para certificar o bom andamento dos serviços. “As obras continuam e estão atendendo ao cronograma acordado entre a empresa com a secretaria de Obras. Estamos com serviços adiantados e em mais alguns dias já entregando todo trecho pronto para a comunidade do local”, explicou o secretário.
“Estamos cumprindo nosso compromisso de realizar as obras necessárias para evitar alagamentos no Residencial Madri”, disse o prefeito Marcos Coelho (PSB).

Free WordPress Themes, Free Android Games