Uberlândia se destaca como ‘Cidade Inteligente’

Rudy Trindade/ThemaPress

Uberlândia foi contemplada na noite desta terça-feira (21) com o prêmio de campeã do Ranking Nacional de Serviços das Cidades Inteligentes. O primeiro lugar foi conquistado frente a uma análise da consultoria Teleco sobre a aplicação de tecnologia em políticas públicas desenvolvidas nas 100 maiores cidades brasileiras. O resultado foi divulgado ainda na terça-feira, no primeiro dia do Painel Telebrasil, que reúne até quinta-feira (23) membros do poder público e empresas de telecomunicações para discutir o futuro do setor e tem o prefeito Odelmo Leão como um dos convidados de honra.

A consultoria Teleco ainda divulgou na ocasião o Ranking Cidades Amigas da Internet, que avalia, também dentre os 100 maiores municípios brasileiros, aqueles que mais estimulam a oferta de serviços de telecomunicações no Brasil. Nesse estudo, Uberlândia ocupa a 2ª posição, ficando atrás apenas de São José dos Campos (SP).

Premiação

Organizado pela Associação Brasileira de Telecomunicações, o Painel Brasil foi o espaço escolhido para a premiação do Ranking Nacional de Serviços das Cidades Inteligentes. Pouco antes da cerimônia de abertura e entrega oficial do troféu de campeã a Uberlândia, ocorridas à noite, o prefeito Odelmo Leão participou, ao lado de empresários e políticos, do debate “Políticas Públicas e Estratégias para Cidades Inteligentes”, onde foi aplaudido pelo público ao falar sobre soluções para a modernização dos municípios.

“Serviço público é parceria. Só se faz uma ‘cidade inteligente’, se tiver empreendedor querendo investir, querendo criar, querendo ajudar e o município aberto para essa realidade. Tem que ter o poder executivo, o poder legislativo e os empreendedores e, em Uberlândia, estamos tendo essa parceria. Essa parceria é a solução. Não tem outro caminho”, declarou o prefeito.

Planejamento e modernidade

O estudo sobre as chamadas Cidades Inteligentes considerou 26 indicadores relacionados à gestão municipal e aos serviços utilizados diretamente pela população (e-gov, saúde, educação, meio ambiente, mobilidade urbana e saúde) para chegar ao ranking final, no qual o destaque foi Uberlândia, que passou da 3ª posição, obtida na 1ª edição da premiação, em 2018, para o 1º lugar ao comprovar a adoção de 14 indicadores.

O reconhecimento veio como resultado do intenso trabalho da atual administração em criar e implementar o programa Gestão Total, que, nos últimos dois anos, foi destinado a modernizar e retomar a credibilidade da administração pública. Entre as iniciativas geradas pelo programa, e que foram consideradas pelo ranking, estão o estacionamento rotativo, o uso de câmeras de vigilância, a emissão online de boletos de tributos, os agendamento e consulta online de serviços públicos e a marcação virtual de exames. Esses benefícios puderam ser conhecidos mediante questionários direcionados aos órgãos nos últimos meses.

Confira as 10 primeiras colocadas no Ranking de Serviços das Cidades Inteligentes:

UF Cidades Ranking
Final
MG Uberlândia 1
ES Vitória 2
MG Juiz de Fora 3
SP Santo André 4
MG Belo Horizonte 5
PR Curitiba 6
SP São Paulo 7
SC Florianópolis 8
SP São José dos Campos 9
RJ Niterói 10

Confira o ranking e obtenha mais informações pelo portal: http://www.teleco.com.br/

Uberlândia participará do ‘Dia do Desafio’

Ascom/PMU

Evento será na quarta-feira (29) e Uberlândia enfrentará Pelotas (RS) novamente

Pelo quinto ano consecutivo, Uberlândia participará do ‘Dia D’ – Dia do Desafio Esportivo. Assim como no ano passado, Uberlândia enfrentará a cidade de Pelotas (RS). O evento acontecerá no dia 29 deste mês e consiste na mobilização da população para a prática de atividades física. Coube à Fundação Uberlandense do Turismo, Esporte e Lazer (Futel) a responsabilidade por incentivar e apurar a quantidade de pessoas que se movimentarão na cidade.

Mobilização da população

A iniciativa é difundida mundialmente pela The Association For International Sport for All (TAFISA), sendo promovida no Brasil pelo SESC São Paulo. Nesse dia, pessoas de todas as idades se envolvem em uma competição saudável entre cidades do mesmo porte, na tentativa de mobilizar a maior porcentagem da população ativa na prática de exercícios físicos. Em 2018, 17% da população de Uberlândia se mobilizou no ‘Dia D’, enquanto na cidade gaúcha, a mobilização foi de 28%.

“Uberlândia concorrerá novamente com a cidade de Pelotas, mas a competição é apenas estímulo à participação. Quem sai ganhando são as pessoas, que exercitam a integração social, práticas integrativas e atividades esportivas. Esta ação reforça a importância do exercício físico na promoção da saúde, seja ele qual for”, disse o coordenador de eventos da Futel, Hudson Paim.

A participação no Dia do Desafio deve ser confirmada por meio de fotos e vídeos, que serão encaminhadas para o e-mail futelesportes@gmail.com ou publicadas em redes sociais com a hashtag (#) Dia do Desafio.

As pessoas poderão se exercitar, de forma individual ou coletiva, em parques, academias, clubes, quadras, piscinas, praças, empresas ou demais espaços de sua preferência.

Uberlândia Refrescos promove Reconhecimento por Tempo de Casa

Foto: 8ª edição do Reconhecimento por Tempo de Casa

No dia 23 de maio será comemorada a 9ª edição do evento de Reconhecimento por Tempo de Casa, da Uberlândia Refrescos, com a participação dos colaboradores, da empresa, às 16h, na Unidade Alexandre Lacerda Biagi, Rua Aeronauta, 2050 – B. Jardim Ipanema.
A ação já é um marco para a Uberlândia Refrescos, pois ressalta todo o empenho e compromisso dedicado pelos colaboradores à Uberlândia Refrescos.
Na ocasião, serão homenageados 65 colaboradores, com a presença de líderes e familiares para testemunharem o momento de prestígio. Dentre eles, estão: 38 colaboradores completando 10 anos de casa; 17 completando 15 anos; cinco completando 20 anos; três completando 25 anos; e dois completando 30 anos.
Para Sebastião Barbosa Ribeiro, xaropeiro, o evento é um momento emocionante para os homenageados. “Há 30 anos, entrei na empresa como ajudante de produção e logo fui para Xaroparia, onde estou até o presente momento. Durante este tempo, pude construir minha vida, dar à minha família o necessário e adquirir bens. No início, éramos eu, minha esposa, Márcia Divina Barbosa e meus dois filhos: Fabiano e Juliana. Mais tarde veio o Everton e hoje sou avô de dois casais. Tudo isso vivenciei estando aqui, por isso é muito especial para mim”, destaca Sebastião, que em setembro completará 31 anos de empresa.
Este evento tem o objetivo de reconhecer a dedicação, empenho e serviços prestados por colaboradores com 10, 15, 20, 25, 30 ou mais anos de casa.
A gerente de Talentos Humanos, Wanderléia Silva, acredita que o evento é um momento único que demonstra a gratidão da empresa, para com o colaborador. “Preparamos o Reconhecimento por Tempo de Casa pensando em toda a trajetória das pessoas que desempenham papéis fundamentais na Uberlândia Refrescos. Homenagear estes colaboradores é um ato de orgulho para nós”, diz Wanderléia.

Sobre a Uberlândia Refrescos

A Uberlândia Refrescos é uma franqueada do Sistema Coca-Cola, de capital 100% nacional, instituída no ano de 1976 em Uberlândia – MG, e se destaca por ter uma gestão preocupada e atuante com a Qualidade, Meio Ambiente, Segurança de Alimentos e Segurança e Saúde Ocupacional. Por isso, é certificada nas normas internacionais: ISO 9001 (Qualidade), ISO 14001 (Meio ambiente), OHSAS 18001 (Segurança e Saúde Ocupacional) e FSSC 22000 (Segurança de Alimentos). Fazem parte da empresa uma fábrica engarrafadora e um centro logístico em Uberlândia, escritórios em Araguari, Frutal, Monte Carmelo, Patrocínio e São Gotardo; unidades em Araxá, Ituiutaba, Patos de Minas e Uberaba; distribuidores autorizados em Iturama, João Pinheiro e Paracatu; fabricando produtos da marca Coca-Cola e distribuindo produtos da Leão, Heineken e Verde Campo pelas regiões do Triângulo Mineiro, Alto Paranaíba e Noroeste de Minas.

O trabalho é pautado nos valores: paixão, compromisso, respeito, profissionalismo, transparência, segurança e integridade, que propiciam à Uberlândia Refrescos vários reconhecimentos, dentre eles, o prêmio Indústria Sustentável pela FIEMG, Prêmio Qualidade Coca-Cola, Prêmio Quality Brasil, Melhores Empresas para Trabalhar, pelo Great Place To Work; Prêmio Compliance Brasil, Prêmio Mineiro da Qualidade (PMQ), esses e outros, além de deter a certificação LEED Platinum, que reconhece construções baseadas em obras sustentáveis. Detém também os selos Solar (Instituto Ideal), Empresa Amiga da Criança (Fundação Abrinq), Empresa Cidadã (CDL Uberlândia) e Empresa Solidária (FIA Patos de Minas).

Uberlândia participará do ‘Dia do Desafio’

Secom/PMU

A competição será será na quarta-feira (29) e Uberlândia enfrentará Pelotas (RS) novamente

Pelo quinto ano consecutivo, Uberlândia participará do ‘Dia D’ – Dia do Desafio Esportivo. Assim como no ano passado, Uberlândia enfrentará a cidade de Pelotas (RS). O evento acontecerá no dia 29 deste mês e consiste na mobilização da população para a prática de atividades física. Coube à Fundação Uberlandense do Turismo, Esporte e Lazer (Futel) a responsabilidade por incentivar e apurar a quantidade de pessoas que se movimentarão na cidade.

Mobilização da população

A iniciativa é difundida mundialmente pela The Association For International Sport for All (TAFISA), sendo promovida no Brasil pelo SESC São Paulo. Nesse dia, pessoas de todas as idades se envolvem em uma competição saudável entre cidades do mesmo porte, na tentativa de mobilizar a maior porcentagem da população ativa na prática de exercícios físicos. Em 2018, 17% da população de Uberlândia se mobilizou no ‘Dia D’, enquanto na cidade gaúcha, a mobilização foi de 28%.

“Uberlândia concorrerá novamente com a cidade de Pelotas, mas a competição é apenas estímulo à participação. Quem sai ganhando são as pessoas, que exercitam a integração social, práticas integrativas e atividades esportivas. Esta ação reforça a importância do exercício físico na promoção da saúde, seja ele qual for”, disse o coordenador de eventos da Futel, Hudson Paim.

A participação no Dia do Desafio deve ser confirmada por meio de fotos e vídeos, que serão encaminhadas para o e-mail futelesportes@gmail.com ou publicadas em redes sociais com a hashtag (#) Dia do Desafio.

As pessoas poderão se exercitar, de forma individual ou coletiva, em parques, academias, clubes, quadras, piscinas, praças, empresas ou demais espaços de sua preferência.

Veterinário da UFU indica enzima para facilitar digestão em frangos

Sscom/UFU

No início do ano falamos sobre a pesquisa que demonstrou vantagens da utilização do sorgo, em comparação com o milho, na alimentação de aves (leia aqui), conduzida pelo professor Evandro de Abreu Fernandes, da Faculdade de Medicina Veterinária da Universidade Federal de Uberlândia (UFU). Agora, o estudo tem um novo capítulo de descobertas: a adição de enzimas proteolíticas à ração potencializa o aproveitamento do sorgo pela ave.
O sorgo é um cereal de origem africana que tem de 62% a 65% de amido, assim como o milho, mas que tem mais proteína (de 8,5% a 9% contra 7,8% a 8% do milho) e menos óleo (1,5% contra 3% do milho). Segundo Fernandes, há vantagens econômicas na substituição do milho pelo sorgo, pois esse cereal é mais precoce e resistente a estresse hídrico que o milho e seu plantio é adequado à safrinha, ou seja, o intervalo entre safras principais.
Observando frangos e porcos que consomem milho e sorgo, os pesquisadores da UFU notaram diferenças no aproveitamento energético. Nos suínos, o ganho de energia a partir do consumo de sorgo é igual ao do milho, mas, em cada frango adulto, há uma diferença de 100 a 120 quilocalorias no aproveitamento dos dois grãos, com desvantagem para o sorgo.

Foram testados quatro tipos de alimentação para aves (Foto: Alexandre Costa)
O que explica essa diferença? O tamanho do tubo gástrico e, consequentemente, o tempo de digestão dos grãos. Nos suínos, são oito horas ou mais da boca à excreção, enquanto na ave são quatro horas. “A gente sabe que a digestibilidade é um fator de oportunidade de contato do alimento com as enzimas. Se eu tenho, no caso do sorgo, uma proteína mais densa do que o milho, isso pode fazer com que nem toda proteína seja digerida e consequentemente nem todo amido do grão de sorgo seja digerido. Por isso ele tem uma energia mais baixa na ave, o que não acontece no suíno”, explica Fernandes.
A ciência pode propor algo que melhore a digestibilidade das aves que consomem sorgo? A resposta é sim. Segundo Fernandes, a solução é uma enzima que ajuda os frangos a digerirem proteína. O professor e seus orientandos testaram, na Fazenda do Glória da UFU, quatro tipos de alimentação para aves: sorgo inteiro com enzima, sorgo inteiro sem enzima, sorgo moído com enzima e sorgo moído sem enzima.
“A dose destas enzimas utilizadas nas rações é muito pequena. As enzimas que utilizamos neste experimento foram adicionadas à razão de 120g por tonelada de ração. Existem no mercado de aditivos nutricionais para as rações de animais outros tipos de enzimas como carboidrases e fitases”, esclarece o professor da UFU.
Os frangos foram pesados semanalmente e, com 21 dias, os pesquisadores perceberam maior ganho de peso daqueles que comeram sorgo inteiro com enzima com relação ao sorgo inteiro sem enzima. No caso do sorgo moído, é possível até reduzir a quantidade de farelo de soja na ração, que é o item mais caro.
Além da divulgação acadêmica, os resultados da pesquisa são apresentados pelo professor Fernandes em palestras a produtores rurais, que podem colocá-los em prática nas suas propriedades. “As enzima proteolíticas são produzidas por empresas especializadas na nutrição animal e são comercializadas também por empresas especializadas em orientação técnica de nutrição às granjas de produção de suínos, aves e muitos outros animais”, afirma o pesquisador.
Segundo Fernandes, o uso de enzimas proteolíticas na alimentação de aves é seguro para os animais e para as pessoas. “As enzimas participam na digestão das proteínas no interior do intestino delgado de todos os animais. Participam apenas no interior do intestino, não trazendo nenhum mal aos animais, neste caso as aves, bem como às pessoas que consomem as aves. As enzimas também são proteínas especializadas e não são absorvidas no intestino. Elas somam-se às enzimas produzidas pelos animais, aumentando assim a taxa de digestibilidade dos alimentos.”
O pesquisador destaca ainda a importância de estudos como esse para a formação de profissionais das áreas de Medicina Veterinária e Zootecnia pela UFU. “Isso é bastante interessante pelo seguinte: todos os nossos trabalhos são produzidos em tese, dissertação, TCC e em resumos expandidos em congressos. Sempre com o envolvimento do aluno. Eu sou só o orientador. Desses trabalhos surgiram oportunidades para muitos ex-alunos da UFU hoje estarem na indústria avícola”, relata.

Fenamilho 2019: 38ª edição do Festival de Pratos Típicos foi segunda

Ascom/PMPM

Neste ano, o Festival de Pratos Típicos repetiu o sucesso alcançado nos anos anteriores. Em sua 38ª edição, o festival ofereceu uma noite de muito sabor e aroma em meio a mais de 200 receitas de darem água na boca.

Idealizado na década de 80 pela extensionista da Emater, Lusmar Costa, o concurso gastronômico tem o intuito de incentivar a produção e o consumo do milho na alimentação humana, além de destacar o produto principal das festividades da Fenamilho. O evento é uma realização do Sindicato dos Produtores Rurais em parceria com a Prefeitura Municipal de Patos de Minas e a Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado de Minas Gerais (Emater-MG).

Em 2019, o Festival de Pratos Típicos foi realizado no Restaurante do Sindicato Rural, no Parque de Exposições Sebastião Alves do Nascimento, na última segunda-feira (20) e recebeu cerca de 500 pessoas. Levando em consideração a criatividade, inovação e boa apresentação dos pratos inscritos no concurso, os destaques do evento que receberam o Troféu Lusmar Costa, neste ano, foram: “Tropeiro de Milho”, por Hilda Pereira, “Cupcake de Pamonha”, por Lindaura Piau e “Tabule de Milho”, por Lázara Lulia.

Segundo Marli Cambraia, extensionista da Emater-MG, “o festival de pratos típicos é importante porque preserva a tradição dos patenses através da sua culinária”. Ela destaca ainda que esse evento possibilita a apresentação das diferentes formas de preparar o milho, símbolo maior da Fenamilho.

Free WordPress Themes, Free Android Games