União de todos

O país está no fundo do poço. E o que vemos. Legislativo , Judiciário e grande parte do Executivo querendo cavar o poço mais fundo. Só pensam nos seus interesses pessoais, suas vaidades, seus egoísmos e tudo aquilo que desqualifica um ser humano. Não representam nem 0,001% da população e querem decidir o destino de todos.
O povo está ficando revoltado e podemos ter aqui em breve repetições do que aconteceu na Grécia e em outros países. Acordem enquanto é tempo, pois sofrerão também as graves consequências de uma série crise.

Iria de Sá Dodde
Professora

Patrimônio de Bolsonaro

Paulo Henrique Coimbra de Oliveira

Bolsonaro foi deputado por 28 anos. Considerando seu perfil de pão duro, comendo cachorro quente e vestindo ternos de brechó , chegamos a um patrimônio financeiro de 11 milhões de reais. Se duvidam, faça as contas. Tem passagens , combustível , alimentação e outras mordomias comuns a todos os parlamentares o que justifica sem muito esforço o que tem. Conservador nas aplicações, elegeu o ramo imobiliário para investir e nestes últimos 28 anos foi a melhor aplicação de dinheiro. Então seu patrimônio econômico e de seus filhos está plenamente justificado. E não se esqueçam que também ganha uns trocados do exercito.

CRACOLÂNDIA DE BRASÍLIA

Visualizando o comportamento dos Congressistas em Brasília cheguei a conclusão que desenvolvem suas atividades em um estado comportamental semelhante a viciados em crack. Só sentem prazer em benefícios pessoais pelo poder energizante e eufórico em subtrair recursos que seriam destinados aos menos favorecidos e por aí vai. Comportamento semelhante vimos em alguns membros do STF e em outros órgãos assemelhados. E desta forma esvai-se a esperança do povo em dias melhores.

*Economista

Protagonismo da Câmara

Paulo Panossian*

Um País, como o nosso, que há cinco meses tem um presidente que assumiu o Planalto, sem liderança alguma, como é o caso de Jair Bolsonaro, só pode gerar clima político adverso e indigesto. Como, infelizmente, vem ocorrendo! E, também, poucos da classe politica, incluindo o presidente, estão se importando com o caos que estamos vivendo com as deficitárias contas publicas (herança do PT, na gestão Dilma). Já que, em meio a esta zorra total, agora, nos deparamos com uma reviravolta com relação a inadiável reforma da Previdência! Como informa a imprensa, líderes do Centrão, se sentindo desprezados pelo Planalto, por pura birra, e protagonismo improdutivo, decidem apresentar um projeto alternativo ao do governo, para esta inadiável reforma! E pomposamente ainda garantem que vão produzir uma economia em dez anos, tal qual, deseja o ministro Paulo Guedes, de R$ 1 trilhão… Esta proposta na realidade leva a possibilidade de não somente atrasar o andamento da reforma, mas, afundar de vez a atividade econômica, a confiança do mercado e dos investidores! E, a consequência será de um adeus, a criação urgente de 13,4 milhões, de novos postos de trabalho, para nossos angustiados desempregados. E para evitar o caos que se avizinha, Bolsonaro, precisa descer degraus da humildade, e o parlamento assumir sua responsabilidade com a Nação!

ENSINO SUPERIOR NO BRASIL

A primeira universidade do mundo foi criada em 1088, em Bolonha, na Itália, e em seguida a de Paris, na França, em 1170. No Brasil, não como universidade ainda, foi a Escola de Cirurgia (medicina) na Bahia, em 1808. Como Universidade, foi a do Paraná, em 1911, e em Manaus, no Amazonas, em 1913.  A Universidade de São Paulo (USP) foi criada em 1934. Embora já existisse a Faculdade de Direito. Ao todo no mundo são 10 mil universidades, com 200 milhões de alunos! Ou média de 30 por 100 mil habitantes. No Brasil, a média é de 40 por 100 mil habitantes!  De um total de oito milhões de estudantes universitários, um milhão estudam nas 78 universidades públicas existentes no País, e sete milhões nas entidades privadas, que somente são admitidos os alunos através de vestibulares. Diferentemente da Itália e da França, que é totalmente gratuito, e que um aluno formado no ensino médio tem direito a vaga automática na universidade. Nos EUA, poucas são estatais, mas, que cobram taxas dos alunos, porém, na grande maioria de universidades privadas e caras! O custo médio por aluno pelo mundo nas escolas públicas é de US$ 12 mil, ou R$ 50 mil por ano.  No Brasil, a média é de R$ 27 mil por aluno. Porém, no Amapá, R$ 14 mil, e na Universidade Federal do Rio de Janeiro, R$ 70 mil por aluno. Esses oito milhões de estudantes universitários brasileiros, é que podem fazer a diferença, e propiciar pujança econômica e social para o País. E não merecem serem chamados de “imbecis” e “idiotas úteis”, por um presidente da República, como. infelizmente, fez Jair Bolsonaro!

DEPRESSÃO ECONÔMICA

Se a atuação do nosso presidente Jair Bolsonaro, nos seus quase 150 dias de poder desta República, chega ser decepcionante e recheada de crises tolas, pior ainda são as expectativas para nossa economia! Saímos de uma previsão de crescimento econômico no início de janeiro último de 2,53% para este ano, para míseros 1,24%, como indica o relatório IBC-BR, semanal desta segunda-feira do BC. Que na semana passada era de 1,45%…  E como não tem almoço grátis, desde o inicio da recessão promovida pelo PT, em 2014, como divulga o Estadão, nenhum setor da atividade produtiva voltou ao nível pré-crise. A produção industrial entre março de 2014, a março de 2019, teve um tombo, ou retração de 16,7%! O setor do varejo neste mesmo período queda de 5,8%! O de serviços negativo em 11,7%! Construção Civil queda de 26,5%! Que resulta num histórico índice de desemprego, hoje, de 13,4%, ou mais de 13 milhões de pessoas no relento da falta de trabalho. E com o PIB caindo 4,9%, a consequência foi o tombo na renda per capita de menos 8,8%. E, no perigoso rol de incertezas que vivemos, o dólar bateu na casa dos R$ 4,12… Ou seja, certo está o ex-presidente do BC, Afonso Celso Pastore, quando afirma que o País está em depressão econômica! Poderia estar melhor? Sem dúvida!  Desde que, Jair Bolsonaro, como se num milagre da natureza, acorde, e, urgentemente, atue como presidente da República! Que até aqui não existiu… E tire do seu cardápio o politicamente retrogrado e inconsequente, das ofensas aos parlamentares do Congresso, e também contra nossos estudantes, e professores, que sem refinamento institucional os chamou de “idiotas úteis”! E no lugar de odiar a imprensa, Bolsonaro, deveria para o bem da Nação, prestar atenção no que, especialistas em seus artigos publicados sugerem, ou criticam o seu governo! E com a humildade que lhe falta, venha corrigir seus equívocos… Assim como agem os grandes líderes!  Que,  certamente, retomará a confiança do mercado e dos investidores, dando um novo rumo ao nosso desenvolvimento econômico e social.

CIENTISTAS FORA DO PAÍS

Infelizmente, é histórico, que, governos brasileiros destinam quantidade de verbas medíocres para ciência e tecnologia! E por essa razão, cientistas brasileiros, devido à falta de incentivo, saem do País, e, com apoio que encontraram no exterior estão fazendo sucesso. Como relata matéria do Estadão, o caso da pesquisadora de 33 anos, formada em química na Unicamp (SP) Lívia Eberlin, que hoje chefiando laboratório na Universidade do Texas, EUA, criou uma caneta que detecta células cancerosas! Que pela sua utilidade já comprovada em mais de 800 testes com pacientes, poderá reduzir o tempo de cirurgia de pacientes, principalmente dos idosos. E, não à toa, que, por incompetência dos nossos dirigentes públicos, a prosperidade nesta Nação, não chega…

*Jornalista – paulopanossian@hotmail.com

Memorial

Onde estavam os manifestantes de hoje, que em 2015 a Dilma- Pátria Educadora- (sic) fez um corte de R$ 10,5 bilhões* no Ministério da Educação e ninguém veio para as ruas? As esquerdas são de um descaramento sem limite!
PS: * ESTADÃO conteúdo 02/01/2016

Tania Tavares
Professora

Com governo inapto patina a economia

Paulo Panossian*

É certo que, com seus 14 anos de poder o PT, quebrou o Brasil. Porém, durante os 30 meses da gestão de Michel Temer, sua competente equipe econômica, contando com seu irrestrito apoio tirou o País, de histórica e perversa recessão! Deixando a atividade econômica em dezembro último, num ritmo, e expectativa dos analistas que em 2019, o PIB poderia no mínimo crescer 2,5%. Tudo levava a crer que o eleito legitimamente presidente da República, em outubro, Jair Bolsonaro (PSL-RJ) tivesse com seus 28 anos como parlamentar no Congresso, aprendido alguma coisa que pudesse sustentar a condução de um bom governo. Ledo engano! Infelizmente, mais preocupado com seus delírios pessoais, e incapaz de controlar a arrogância e irresponsabilidade de seus filhos, e do seu guru Olavo de Carvalho, ainda se meteu a elogiar ditadores, ser aliado incondicional de Donald Trump, e confrontar a China e países árabes, como se não fossem parceiros tradicionais do Brasil. Ou seja, olhou, e continua olhando só para seu umbigo, esquecendo que é presidente do Brasil. E conseguiu um recorde jamais alcançado por outro presidente, que perdeu apoio não somente de seus eleitores, mas, do mercado e investidores nos seus primeiros 100 dias de governo. E infelizmente, assim segue… Por esta razão, a atividade econômica afunda, o governo mais otimista acredita por um crescimento do PIB de 1,5%, neste ano, quando o próprio banco Itaú, e outros respeitados analistas cravam no máximo medíocres 1%. E no ano que vem talvez 2%, isso se o País, não entrar, como já se prevê até em recessão técnica. Já que neste primeiro trimestre deste ano, como aponta o IBGE, o setor de serviços ficou em menos -0,6% – o industrial negativo em -2,2%, e o comércio positivo em apenas 0,3%. Se o presidente Bolsonaro, tivesse respeito as nossas instituições não teria promovido graves crises em tão pouco tempo. E suficiente para um quadro econômico desolador. Nem, o bê-á-bá de economia o presidente sabe, que em qualquer parte do mundo, o mercado vive de expectativas. E conseguiu criar a pior delas, porque mal saímos de uma dura recessão, entre meados de 2017 e 2018, agora, por erros infantis ou tolos de Bolsonaro, repetindo, estamos próximos de uma recessão técnica. Com que direito o presidente nas suas ações não prioriza o Brasil, e não manda as favas até seus filhos que exercem uma interferência nociva para Nação?!… O Palácio do Planalto, não é um parque de diversões para acomodar estranhos e irresponsáveis! Já que o Brasil, com mais de 50 milhões de pessoas pobres, e outros 50 milhões entre analfabetos e analfabetos funcionais não pode brincar de governar. E o historiador, e membro da Academia Brasileira de Letras, José Murilo de Carvalho, em sua entrevista ao Estadão, definiu bem sobre toda essa situação citada acima, o País, tem um presidente “Com precário suporte partidário, visão estreita do mundo e um governo errático” e “Os problemas tendem a se acumular e vamos nos distanciar da meta de um País viável”! Infelizmente!

INFANTILIDADE

O vereador Carlos Bolsonaro (PSL-RJ) politicamente é muito infantil e faz péssima leitura sobre o quadro politico brasileiro. Espetaculoso que é, posta em sua conta no twitter “O que está por vir pode derrubar o capitão eleito” e “já está tudo engatilhado em Brasília para derrubar Bolsonaro”. Sinceramente, quem até aqui tem prejudicado a imagem deste governo são os próprios filhos, e o pai Bolsonaro, que não perdem tempo para criar crises. Já o embate politico é próprio da democracia! Do qual, e, infelizmente, o presidente e seus filhos, demonstram, que nada aprenderam sobre esta realidade…

SOB PRESSÃO É UM CAOS

Impressionante como o presidente Jair Bolsonaro, sob pressão perde as estribeiras, e não é capaz de reconhecer erros grosseiros de sua administração, ou de respeitar que, supostos atos ilícitos devem ser investigados, mesmo que seja de um filho do presidente. Inicialmente, Bolsonaro peca quando sem papa na língua, e totalmente inadequado para um presidente da República, chama os estudantes e professores universitários que participaram da surpreendente manifestação nas ruas e avenidas de 241 cidades do País, de “idiotas úteis”, e que servem mais a “massa de manobra” de partidos e dirigentes sindicais. Como se no mundo desenvolvido esses atos democráticos de estudantes jamais ocorreram… Porém, esse ato no País, somente ocorreu porque seu inapto ministro da Educação, Abraham Weintraub, disse que devido as balbúrdias, e de até exposição de alunos que ficam nus nos campus, iria contingenciar recursos das federais (quando até do ensino básico cortou…). Mas, se tivesse um mínimo de bom senso e liderança, e explicado que pela baixa arrecadação do governo federal neste ano, assim como todos os ministérios, o da educação também teve que contingenciar recursos para não infringir as leis vigentes, provavelmente essa manifestação popular não teria acontecido. E sobre o seu filho senador Flavio Bolsonaro, que está sendo investigado pelo MP, por suposta lavagem de dinheiro na compra de 19 imóveis, sem equilíbrio emocional algum, dos EUA, onde se encontra, o presidente disse “estão fazendo um esculacho em cima do meu filho”, que está sendo perseguido. E Bolsonaro, acrescentou “querem me atingir? Venham pra cima de mim”, se precisar abro meu sigilo, “Não vão me pegar”… Ora, mesmo reconhecendo que Jair Bolsonaro, entre os 22 ministros que convocou, na sua maioria são competentes, me preocupa e muito, a falta de tino politico e institucional do presidente. Que sob pressão tem se mostrado um caos…

A BALBÚRDIA DE WEINTRAUB

O ministro da Educação, Abraham Weintraub, não somente não entende de educação, como não é um cidadão preparado o suficiente para respeitar nossos estudantes, e também as nossas instituições. Cortou verbas da educação, incluindo até da básica, e hoje, pela grosseira falha de comunicação, como salienta até o vice Hamilton Mourão, colhe, e com justiça, a manifestação de milhares de estudantes e professores, por todo o País! E até das escolas privadas solidárias a esse evento! Diferentemente da ofensa do ministro contra alunos das universidades, esta manifestação é legítima, pacífica, e sem nenhuma balbúrdia, ou, com estudantes com corpos nus pelas ruas e avenidas, como quis assim o ministro jogar a população contra os nossos alunos universitários. E neste rol de indignar esta República, lamentavelmente, o presidente Jair Bolsonaro, dos EUA, onde se encontra, ofende também esses estudantes chamando-os de “idiotas úteis” e massa de manobra! Porém, Weintraub, demonstrando sua inadequação para o cargo, mentiu que o corte de verbas para universidades fora em função da balbúrdia, e atos obscenos praticados pelos estudantes dentro do campus! Quando na realidade, e por culpa da inépcia deste governo dirigir o País, a atividade econômica não avança, e quase em recessão técnica, a arrecadação despenca! Ou seja, faltou ao ministro transparência e refinamento institucional para enfrentar essa realidade. E agora o governo que representa colhe tempestade…

TRIMESTRE DESALENTADOR

O que falar de um novo governo como de Jair Bolsonaro, que recebeu da gestão de Temer, uma economia em recuperação, e estimativa de crescimento do PIB, para 2019, de 2,53%, e que no primeiro trimestre deste ano pela prévia do Banco Central, o PIB despencou para menos 0,68%?!… Único setor que cresceu neste período de janeiro a março, foi o comércio, de míseros 0,3%. Esse é um quadro desalentador! Eu diria dramático! Já que, depois de três anos de economia altamente recessiva promovida pelo governo do PT, com muita dificuldade, e competência, a gestão Temer, tirou o País da recessão, animando o mercado e lentamente também a recuperação de empregos, essa queda de 0,68% como previa do PIB, no 1º trimestre deste ano, anunciado pelo BC, é uma “ducha de água fria” na expectativa da família brasileira. Como principalmente para os mais de 13 milhões de desempregados! Infelizmente, esse é o preço amargo que estamos pagando pelas crises tolas promovidas pelo presidente! Que ainda age como se estivesse no palanque da sua campanha eleitoral, e, não dirigindo uma Nação, diga-se, pobre, sem serviços públicos adequados e economia descendo a ladeira. Porém, neste dia de grande manifestação dos estudantes contra o governo, como consolo, foi a declaração do presidente da Câmara, Rodrigo Maia, de que, com o Planalto, ajudando ou atrapalhando, a reforma da Previdência será aprovada…

*Jornalista – paulopanossian@hotmail.com

Free WordPress Themes, Free Android Games