Ana Maria Coelho Carvalho*

Estava eu folheando o jornal ” Agora” quando me deparei com duas fotos. A primeira, de uma mulher de meia idade, nem feia nem bonita, se apresentando como viúva, do lar, de bons dotes e procurando um companheiro para se relacionar. A segunda, logo abaixo, de um senhor com cara de mau, explicando seu perfil e querendo se relacionar com mulher de 40 a 50 anos para compromisso sério. Fiquei olhando, pensando, divagando…Quem sabe seria só juntar os dois. Estranho isso, colocar o rosto no jornal pra todos verem, parece meio desesperador, exposição demais… Daí lembrei-me do caso do meu irmão, Geraldo, já falecido, que Deus o tenha. Pessoa culta, inteligente, mas sistemático e de gênio difícil. Por volta do ano de 1965, a sogra dele, Maria Spofia, uma alemã forte e interessante, ficou viúva e foi morar com a filha, esposa do Geraldo, em Blumenau, SC. Ou seja, foi morar com o Geraldo também. Como existe um ditado que diz: “a melhor distância para a sogra morar é uma distância não tão perto que ela possa ir de chinelo e nem tão longe que ela possa chegar com uma mala”, ele teve uma ideia brilhante. Escreveu um texto com o perfil da sogra, explicando que ela procurava um alemão para relacionamento sério. Enviou para um jornal de São Paulo e apareceram vários pretendentes, que enviaram cartas. Ela se encontrou com alguns e gostou do Fritz, um engenheiro alemão que morava no Brasil e tinha uma boa aposentadoria em marco alemão. Casaram-se, ela se mudou para São Paulo, para o apartamento dele, viveram felizes 20 anos e o Fritz ainda levou a Maria para conhecer a Europa toda. Quando o Fritz faleceu, ela ficou com o apartamento, pois ele não tinha filhos. Assim, a ideia do Geraldo deu certo.
Mas isso foi há 55 anos atrás. Hoje, as pessoas colocam o “procura-se” em sites de relacionamentos, tudo mais evoluído, rápido e com inúmeras possibilidades de escolhas (e de perigos também). Como a história incrível que escutei esta semana, que uma amiga contou-me. O pai dela tem 93 anos. Separou-se da mãe desta minha amiga há muitos anos e casou-se novamente, sendo a esposa bem mais nova que ele. Todos pensavam que ele morreria primeiro, mas não foi assim. Daí ele herdou uma casa boa, vendeu e em agosto passado mudou-se de volta para Uberlândia. A minha amiga providenciou a mudança toda, para poupá-lo, pois está velhinho. Isso numa quinta feira. No sábado, ela foi visitá-lo no apartamento novo. Ele disse que estava sentindo muita solidão e que tinha entrado no aplicativo Tinder para procurar uma namorada. Mostrou para ela fotos de várias que tinham gostado do perfil dele e que tinham respondido, algumas bem mais novas. A minha amiga olhou, deu alguns conselhos, deixou-o procurando e foi embora. Ligou no domingo e ele não atendeu. Nem na segunda. Preocupada, voltou ao apartamento na terça. Ele estava feliz e contou que tinha arranjado uma namorada. Nisso, a campainha tocou e ela abriu a porta. Entrou uma senhora simpática, de mala e tudo, dizendo que era a madrasta dela e ainda deu-lhe um abraço. Foi um espanto só. Conclusão: estão juntos há sete meses, a namorada é costureira, gente boa, tem uns 70 anos e cuida do pai da minha amiga direitinho. Como recompensa, ele deu para ela, a namorada, uma aplicação de botox, para um tratamento de harmonização facial. Vi a foto dos dois, sorridentes, felizes e bem conservados. Acho que nos tempos atuais a vida começa é aos 90 …
Outro fato que não me esqueço aconteceu há uns quinze anos, no casamento da filha de uma grande amiga. A noiva, radiante e empolgada, fez um pequeno discurso para agradecer a presença de todos. Com um largo sorriso, explicou que encontrou o seu noivo no site chamado Par Perfeito. Indicou o mesmo pra quem quisesse encontrar um companheiro. Estão juntos até hoje, vivem bem e têm um filho.
Por curiosidade, verifiquei na internet se este site ainda existe. Existe sim. Na página inicial, está escrito que é o melhor site de relacionamento online no Brasil. Basta preencher um cadastro e entrar com um clique. Em azul, em destaque, está escrito “buscar”.
Eu não. Já tenho o meu Par Perfeito.

*Bióloga – Uberlândia = MG – anacoelhocarvalho@terra.com.br

Free WordPress Themes, Free Android Games