Eliana França Lima*

Se todos os motivos que levaram o PSDB a apoiar em 2016 o governo Temer permanecem intactos, em especial a necessidade imperiosa de aprovar as reformas previdenciária e trabalhista, qual então o verdadeiro motivo dessa ameaça diária dos caciques do partido de “desembarcar” do governo Temer? Isto é que gera a instabilidade a que Jereissati fez menção. Francamente, a atitude do PSDB confirma sua característica mais conhecida que é estar empoleirado sempre em cima do muro, agora por um motivo torpe que é afastar-se da impopularidade de Temer, exatamente por ele estar lutando pelas reformas impopulares mas essenciais para o crescimento da Economia e do desenvolvimento do país. Não dá para se iludir que o partido esteja preocupado com corrupção, já que sempre foi tão benevolente com Lula à época do mensalão. Se o PSDB não quer ajudar o Brasil e o nosso povo, que pelo menos não atrapalhe, calando-se e recolhendo-se ao seu oportunismo e cuidando de seus implicados, eles sim, envolvidos em graves denúncias de corrupção, como o do ex-presidente da sigla e ex-candidato à presidência da República, Aécio Neves. O PSDB não engana mais ninguém – nem aqueles que sempre lhe deram seu voto, – de que é um partido sério. Mostra-se, isto sim, agarrado a um oportunismo de botar inveja aos partidos mais fisiológicos do Brasil. Que lástima!

*Psicóloga

Free WordPress Themes, Free Android Games
%d blogueiros gostam disto: